Reprodução

Você conhece ou já ouvir falar do Protocolo de Manchester? O método classifica os pacientes por cores com base em seus sintomas, que representam a gravidade do problema e o seu respectivo tempo de espera para o atendimento em unidades de saúde, hospitais entre outros.
Embora seja uma medida muito importante, algumas pessoas desconhecem sua aplicabilidade. Em Coronel Fabriciano um pai foi atacou servidores do hospital público da cidade querendo que o filho tivesse prioridade no atendimento, sendo que a criança já havia sido avaliada pelo método.
Diante da repercussão, o jornalismo da 97 vírgula um FM traz agora uma reportagem especial explicando o que é o Protocolo de Manchester. Provavelmente você ouvinte/leitor, ou algum  conhecido, já foi classificado por essa medida em algum hospital. Ouça com atenção!
Por meio de nota, o Hospital Doutor José Maria Morais repudiou a ação do homem descontrolado e se solidarizou com a família e a criança, mas reiterou que fatos assim não serão tolerados em respeito aos servidores públicos e todos os pacientes da instituição.
A criança foi atendida conforme o protocolo, levando três pontos e sendo liberada uma hora e meia depois.
Compartilhar via: