Foto: Divulgação/Atlético

Após vários adiamentos, enfim as obras da Arena MRV devem começar. De acordo com o presidente da construtora MRV e vice-presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Rafael Menin, o sonho alvinegro de ter o próprio estádio está próximo de sair do papel. Em entrevista à Itatiaia, Menin disse que a terraplenagem deve ter início na próxima semana. Ouça no player abaixo da manchete a entrevista completa.

O presidente da MRV relembrou que até o estágio atual, o projeto passou por muitas mudanças desde a ideia inicial, em 2014.

“O projeto começou há seis anos, o tempo passa muito rápido. Do primeiro rascunho até o projeto atual mudou muita coisa, muito tempo gasto, é uma equipe grande envolvida e uma participação muito importante do conselho do Galo. Estamos na reta final e esperamos começar a obra na próxima semana. Vamos dar a ordem de início da terraplenagem e em breve as máquinas estarão no terreno começando esse sonho que teve início há seis anos”, afirmou.

Com a terraplenagem começando, Rafael Menin estima que a conclusão das obras aconteça entre agosto e outubro de 2022. “Espero que daqui a 28 a 30 meses, a Arena MRV esteja completamente pronta”, disse.

Rafael explicou que os trabalhos no terreno localizado no bairro Califórnia, na região Oeste de Belo Horizonte, começaram há cerca de um mês com a retirada da vegetação. O presidente da MRV também relatou os próximos passos após a terraplenagem, que considera ser o “marco zero” do início das obras.

“Já começamos o manejo do vegetal, isso começou há mais ou menos 30 dias. Esperamos que nos próximos dias a terraplenagem comece. Depois vem todo o sequenciamento da obra, a fundação, a estrutura da arena, a cobertura e, por fim, o acabamento”, frisou.

“O passo mais importante é o começo da terraplenagem. Diria que em duas semanas veremos um boa quantidade de máquinas. Então poderemos considerar esse o marco zero do início das obras”, acrescentou.

Na quarta-feira (15), o Atlético fez o transplantio de todas as palmeiras acumãs (Syagrus flexuosa), uma espécie rara e de grande importância ecológica que estava no terreno onde o estádio será construído. O perfil da Arena MRV publicou imagens dos trabalhos no Twitter.

De acordo com a Arena MRV, as palmeiras serão replantadas na Reserva Particular Ecológica (RPE), área de preservação ambiental que será feita ao lado do estádio. Ainda segundo o perfil da Arena, o transplantio foi autorizado e realizado de acordo com as normas da Prefeitura de BH.

(Itatiaia BH)

Compartilhar via: