Foto: Reprodução/Sportv

No sufoco, o Cruzeiro avançou à 2ª fase da Copa do Brasil nesta quinta-feira com um empate em 2 a 2 com o São Raimundo-RR, no estádio Canarinho, em Boa Vista. Após ficar com um jogador a menos aos 33 minutos da etapa final, a Raposa sofreu pressão do time de Roraima, que buscava a vitória que lhe daria a vaga. O drama no fim da partida gerou um bate-boca em campo entre o zagueiro Arthur e o lateral-direito Edilson.

Depois que o São Raimundo desperdiçou um ataque e o árbitro marcou falta de ataque dos roraimenses, Edilson foi até Arthur, que estava caído no gramado, e reclamou. O jovem zagueiro de 20 anos não deixou barato e “cresceu” para cima do experiente de 33. Os dois trocaram insultos e precisaram ser contidos por Léo e Cacá.

Após a partida, Arthur minimizou a discussão com o companheiro de time. “Foi lance de jogo. O Edilson me cobrou e eu o cobrei. Mas não teve nada demais, aquilo é coisa de jogo e acontece”, disse o zagueiro em entrevista à Itatiaia.

Arthur comemorou a classificação do Cruzeiro para a próxima fase da Copa do Brasil com a participação ativa dos garotos da base. O zagueiro/volante Edu e o atacante Alexandre Jesus marcaram os gols da Raposa no confronto. “Muito importante a classificação nessa oportunidade que todos nós estamos tendo na reconstrução do Cruzeiro. Cumprimos o nosso papel”, frisou.

Na segunda fase da Copa do Brasil, o Cruzeiro irá enfrentar o Boa Esporte, em Varginha. A data ainda não está definida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). (Itatiaia BH)

Compartilhar via: