Fotos: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético.

Mais uma vez, o Atlético não apresentou um bom futebol, mas foi o suficiente para o time avançar à 2ª fase da Copa do Brasil. Diante de uma equipe mais modesta, o Galo sofreu para segurar o empate em 0 a 0 com o Campinense, no estádio Amigão, em Campina Grande, na Paraíba. O time alvinegro se classificou graças ao regulamento do torneio, que prevê que a equipe melhor posicionada no ranking de clubes da CBF leva vantagem com a igualdade no placar no jogo único na 1ª fase.

Com um futebol pobre, o Atlético foi abaixo da crítica durante a partida. Inofensivo no ataque e dando espaços para jogadas de perigo do Campinense, o time alvinegro por pouco não foi desclassificado logo na estreia na Copa do Brasil. O Galo avançou graças à baixa qualidade técnica da equipe da casa, que desperdiçou boas chances para balançar as redes.

Foram 23 finalizações do Campinense na partida, sendo quatro no gol. Já o Atlético chutou somente nove vezes, mas nenhum no alvo.

Desta forma, valeu pela grana. O Atlético que já tinha embolsado R$ 1,1 milhão pela participação na 1ª fase, ganhou mais R$ 1,3 milhão pela classificação sobre o Campinense.

Na próxima fase, o Atlético irá enfrentar o vencedor do duelo entre Afogados, de Pernambuco, e Atlético, do Acre, que joga pelo empate para avançar. O confronto da 2ª fase está marcado para acontecer no dia 26 de fevereiro ou 4 de março. Em caso de empate, a vaga será disputada nos pênaltis.

Agora, o Atlético volta as atenções para o Campeonato Mineiro. No domingo, às 16h, a equipe alvinegra enfrenta a Caldense, no Mineirão, pela sexta rodada da fase de classificação.

O jogo

Apesar de ser favorito, o Atlético pouco assustou. O time paraibano tomou a iniciativa durante toda a partida. A primeira chance foi dos donos da casa em chute de longa distância de Romário. Állefe também tentou de fora da área, mas sem sucesso.

No segundo tempo, a primeira chance foi do Atlético. Dylan Borrero, aos 8 minutos, arriscou da entrada da área e a bola passou perto. O zagueiro Réver também teve sua chance em cabeçada aos 20 minutos, mas Alex Maranhão evitou o gol.

O Campinense assustou aos 26 minutos, quando Fábio Júnior acertou a rede pelo lado de fora. O clube paraibano bem que tentou, mas não conseguiu furar a retranca do Atlético e foi eliminado. Frustrou sua torcida.

Campinense 0 x 0 Atlético

Campinense: Adilson; Alex Maranhão, Vitão, Uesles e Matheus Camargo; Peu, Allefe (Vinícius Vargas), Gabriel Vieira (Rhuann) e Romário; Rafael Ibiapino (Zé Paulo) e Fábio Junior. Técnico: Oliveira Canindé

Atlético: Michael; Mailton, Réver, Igor Rabelo e Fábio Santos; Zé Welison, Jair (Allan), Edinho (Marquinhos), Dylan Borrero (Nathan) e Hyoran; Di Santo. Técnico: Rafael Dudamel

Motivo: 1ª fase da Copa do Brasil
Data e horário: 12 de fevereiro de 2020, quarta-feira, às 21h30
Local: estádio Governador Ernani Sátyro (Amigão), em Campina Grande (PB)

Cartão Amarelo: Igor Rabello, Zé Welison (Atlético); Uesles (Campinense)

Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Janystony Rabelo de Melo (PI)

(Itatiaia BH)

Compartilhar via: