Foto: Bruno Cantini/Atlético

Com dois meses de atraso, o balanço financeiro de 2019 do Atlético foi publicado na última terça-feira (30) em um dos jornais de grande circulação em Minas Gerais. Conforme determina o Código Civil, o documento deveria ter sido divulgado até 30 de abril.

Agora, as contas precisam ser apreciadas pelo Conselho Fiscal do clube que está estudando os números antes de dar o parecer final e encaminhar para análise do Conselho Deliberativo.

Devido à pandemia do novo coronavírus, ainda não há uma data definida para o balanço financeiro ser apreciados pelos conselheiros. Há uma possibilidade de se fazer uma reunião virtual do Conselho Deliberativo para a aprovação das contas de 2019 do clube.

Em 2019, o Atlético apresentou prejuízo de R$ 5,7 milhões, conforme dados do balanço. O déficit poderia ter sido maior se o clube não registrasse a doação de R$ 49 milhões do empresário Rubens Menin, parceiro do Galo, referente ao terreno onde está sendo construída a Arena MRV. Vale ressaltar que a manobra contábil é legal, porém a quantia não entra nos cofres do clube para custear o futebol.

A dívida total do Atlético saltou de R$ 652 milhões em dezembro de 2018 para R$ 746 milhões ao fim do ano passado.

Compartilhar via: