Por: Fábio Rocha/Itatiaia BH/AE

Galo venceu sem grandes dificuldades na Colômbia | Foto: Bruno Cantini / Atlético

Pela primeira vez na história, o Atlético está nas semifinais da Copa Sul-Americana. Sem muitas dificuldades, o time alvinegro venceu o La Equidad por 3 a 1, nesta terça-feira, no estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia, e avançou com duas vitórias no confronto. No duelo de ida, o Galo bateu os colombianos por 2 a 1, de virada, no Independência.

Réver, Chará e Elias marcaram os gols que deram a classificação ao Atlético. Mier descontou para o La Equidad.

Até então, a melhor campanha do Galo na Sul-Americana tinha sido registrada em 2010, quando o time chegou nas quartas de final, mas foi eliminado pelo Palmeiras. Agora, o Atlético fica a três jogos de conquistar mais um título internacional.

Nas semifinais, o Atlético vai enfrentar o Colón-ARG, que eliminou o Zulia-VEN. O primeiro jogo será no dia 18 ou 19 de setembro, na Argentina. O duelo de volta está marcado para 25 ou 26 de setembro, no Mineirão, já que o Independência não poderá receber a partida porque tem capacidade inferior (23 mil) ao que prevê o regulamento da Copa Sul-Americana para a próxima fase, que é de 30 mil torcedores, no mínimo.

Na outra chave, Corinthians e Fluminense jogam na quinta-feira, no Maracanã, para ver quem encara o Independiente Del Valle-EQU na semifinal. No jogo de ida, em São Paulo, houve empate em 0 a 0.

Além da vaga nas semifinais, o Atlético vai receber 800 mil dólares (cerca de R$ 3,2 milhões) pela classificação.

Agora, o Atlético tenta a transformar a empolgação da classificação em reação no Campeonato Brasileiro, após duas derrotas seguidas na competição nacional: 1 a 0 para Athletico-PR e Bahia. No próximo domingo, às 19h, o time alvinegro enfrenta o Corinthians, em Itaquera, pela 17ª rodada.

O jogo

Como se esperava, o La Equidad buscou pressionar o Atlético desde o início. Com a vantagem do empate, o time alvinegro se fechou em seu campo e fez boa marcação, com destaque para o volante Jair.

Ao perceber a fragilidade técnica do La Equidad, o Atlético antecipou sua marcação, o que impediu totalmente o time colombiano de ter a iniciativa da partida. O Atlético também pouco produziu. A única jogada trabalhada foi feita por Cazares e Patric pela direita e finalizada de forma errada por Ricardo Oliveira, aos 17 minutos.

Mesmo criando pouco, o Atlético abriu o placar aos 19 minutos. Cazares bateu escanteio, Réver cabeceou, a zaga tirou quase em cima da linha, mas quando o jogador do La Equidad tentou afastar o perigo, a bola acabou batendo no ombro do zagueiro atleticano e entrou. Foi o 25º gol do defensor em 211 jogos pelo Galo. Ouça o gol na narração do ‘Caixa’ Mário Henrique!

Réver abriu o marcador | Foto: Bruno Cantini / Atlético

 Com o aumento da vantagem, o Atlético deixou a bola para o La Equidad, que não soube o que fazer com ela. Com muitos passes errados, a equipe da casa só chegou perto da área de Cleiton em cobranças de falta ou em lançamentos longos. Mas sem perigo.

O Atlético voltou sonolento para a segunda etapa e o La Equidad aproveitou logo aos dois minutos. O veterano Mier aproveitou a falha na marcação de Elias e bateu firme da entrada da área para empatar a partida: 1 a 1.

No entanto, a resposta do Atlético foi rápida. Em mais um escanteio cobrado por Cazares, Jair desviou e Chará conferiu na segunda trave de peixinho: 2 a 1. Ouça o gol na narração do ‘Caixa’ Mário Henrique!

Chará fez o segundo gol atleticano | Foto: Bruno Cantini / Atlético

Com a nova vantagem, o Atlético adotou a velha tática do primeiro tempo, ao se fechar na defesa. O La Equidad, mesmo de forma frágil, tentou atacar. Aos 15, Vargas arriscou de longe, mas Cleiton defendeu.

Como o La Equidad nada fez, o Atlético foi para o ataque e fez sua melhor jogada aos 30 minutos. Patric, Geuvânio, Ricardo Oliveira trocaram passes e Elias completou: 3 a 1. Ouça o gol na narração do ‘Caixa’ Mário Henrique!

Elias deu números finais ao jogo | Foto: Bruno Cantini / Atlético

Daí até o final, o La Equidad voltou a ficar com a bola, mas não ameaçou o gol do Atlético, que saiu com a classificação inédita às semifinais da Sul-Americana.

La Equidad 1 x 3 Atlético

La Equidad: Novoa; Pacheco, Arboleda, Riquett e Torralvo; Pablo Lima, Vargas e Motta (Mier); David Camacho (De Alba), Barona (Jesús González) e Peralta. Técnico: Humberto Sierra

Atlético: Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Jair, Elias, Chará (Zé Welison), Vinícius (Geuvânio) e Cazares (Otero); Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana

Motivo: jogo de volta – quartas de final da Copa Sul-Americana
Data: 27 de agosto de 2019, terça-feira, às 21h30
Local: Estádio El Campín, em Bogotá (Colômbia)

Gols: Réver (19’/1º), Mier (3’/2º), Chará (5’/2º), Elias (31’/2º)

Cartão Amarelo: Chará, Vinícius, Jair (Atlético); Riquett, Pacheco (La Equidad)

Árbitro: Esteban Ostojich (URU)
Auxiliares: Gabriel Popovits (URU) e Martin Soppi (URU)
VAR: Leodan Gonzalez (URU)

 
Compartilhar via: