Em jogo de arbitragem confusa, Galo chegou a 18 jogos sem perder no Brasileirão

(Foto: Pedro Souza/Atlético)

Foi com emoção, mas o Atlético conseguiu vencer mais uma partida no Campeonato Brasileiro e manteve a ampla vantagem na liderança. Em duelo marcado pela arbitragem confusa, o Galo saiu atrás no placar contra o Santos, mas lutou, buscou a virada e ganhou por 3 a 1, nesta quarta-feira, no Mineirão, pela 26ª rodada da competição.

Raniel abriu o placar para o Santos no começo do segundo tempo, mas Nacho Fernández, duas vezes, e Nathan Silva marcaram os gols da virada atleticana.

A partida foi marcada pela confusa arbitragem do paranaense Paulo Roberto Alves Júnior, que se escorou no árbitro de vídeo (VAR), Adriano Milczvski, também do Paraná. No primeiro tempo, o juiz de campo e o VAR não marcaram um pênalti em Zaracho, que foi puxado pela camisa dentro da área do Santos.

Na etapa final, o árbitro marcou um pênalti em Calebe com auxilio do VAR, após o atleticano ser empurrado antes de finalizar de cabeça para a defesa do goleiro em cima da linha. Nacho converteu. Depois, o meio-campista do Galo invadiu a área e foi derrubado. Paulo Roberto novamente não assinalou falta, mas o árbitro de vídeo corrigiu o erro novamente e alertou o juiz de campo, que foi ao monitor e ratificou sua decisão marcando a penalidade. O argentino perdeu a cobrança, mas, no rebote, mandou para as redes de cabeça.

Com o resultado, o Atlético chegou ao 18º jogo de invencibilidade e foi aos 56 pontos, mantendo a diferença de 11 para o Flamengo, que venceu o Juventude, no Maracanã. A equipe rubro-negra tem dois jogos a menos que o Galo. Já o Santos segue perto da zona de rebaixamento, na 16ª posição, com 28 pontos.

O próximo compromisso do Atlético será no domingo (17), às 18h15, contra o Atlético-GO, no estádio Antônio Accioly. Já o Santos visita o Sport também no domingo, mas às 20h30, na Ilha do Retiro.

 

Fonte: Rede Itatiaia

 

Compartilhar via: