Equipe do técnico Tite foi superior em todo o jogo e venceu o clássico por 4 a 1

Raphinha marcou dois gols em sua primeira partida como titular pelo Brasil. | Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Em noite inspirada de Neymar, Raphinha e Lucas Paquetá, contando ainda com o apoio de 12 mil torcedores na Arena da Amazônia, o Brasil bateu o Uruguai por 4 a 1 mantendo a invencibilidade nas Eliminatórias e encaminhando a vaga para a Copa do Mundo do Catar.

A equipe do técnico Tite venceu o time uruguaio com autoridade, sendo superior em todo o clássico. Raphinha (duas vezes), Neymar e Gabigol marcaram os gols do Brasil, enquanto o atacante Suárez diminuiu para os visitantes.

Com os três pontos somados na Arena da Amazônia, o Brasil é líder isolado das Eliminatórias da Copa com 31 pontos e está praticamente classificado para o mundial de 2022.

De acordo com o analista de números da Itatiaia, Domingos Sávio Baião, com essa pontuação a equipe brasileira dificilmente não garantiria ao menos o quarto lugar na tabela ao fim das 18 rodadas.

O jogo

O Brasil começou a partida com muita intensidade, marcando com as linhas adiantadas e tendo espaço para driblar e criar boas jogadas. Com isso, não demorou muito para o time abrir o placar. Aos 10 minutos, Fred deu linda assistência para Neymar, que dominou no peito, driblou o goleiro Muslera e bateu cruzado.

Aos 17 minutos da etapa inicial, o Brasil ampliou a vantagem. Paquetá fazer ótima jogada pela esquerda e cruzou para Neymar, que chutou, mas a bola bateu em Godín. Na sequência, Raphinha apareceu para mandar para os fundos da rede. Foi o seu primeiro gol com a camisa amarelinha.

No segundo tempo, o Brasil continuou superior na partida e apostou nas jogadas em velocidade para seguir fazendo gols. E aos 12 minutos da etapa final, Raphinha marcou pela segunda vez em contra-ataque de manual, após passe de primeira de Neymar.

Suárez diminuiu aos 31, após cobrança de falta, mas Gabigol marcou oito minutos depois, sacramentando o 4 a 1 no placar. Foi o terceiro gol do atacante pela seleção brasileira em 2021.

Neymar e Raphinha brilham

A atuação coletiva da seleção brasileira foi destaque nesta quinta-feira (14), mas alguns jogadores tiveram uma verdadeira noite de gala em Manaus.

Neymar marcou um gol, deu duas assistências, se movimentou muito bem no ataque brasileiro e ainda terminou a partida com oito passes decisivos e quatro grandes jogadas criadas. O astro do PSG marcou o seu gol de número 70 pela seleção.

Quem também se destacou foi Raphinha, atacante do Leeds, da Inglaterra. Contra a venezuela, entrou no segundo tempo e deu duas assistências. Contra a Colômbia, também entrou muito bem no jogo. E diante do Uruguai fez dois gols logo na sua estreia como titular.

Situação na tabela

Com 31 pontos e nenhuma derrota nas Eliminatórias até aqui, o Brasil mantém os seis pontos de vantagem sobre a Argentina, vice-líder, que venceu o Peru por 1 a 0, em Buenos Aires.

Já o Uruguai ocupa a quinta colocação, com 16 pontos e, no momento, disputaria a repescagem para garantir uma vaga na Copa do Mundo do Catar em 2022.

BRASIL
Éderson, Emerson Royal, Lucas Verissimo, Thiago Silva e Alex Sandro; Fabinho (Douglas Luiz), Fred (Edenílson) e Lucas Paquetá (Antony); Raphinha (Everton Ribeiro), Gabriel Jesus (Gabigol) e Neymar
Técnico: Tite
URUGUAI
Fernando Muslera, Naithan Nández (Cáceres), Sebastián Coates, Diego Godín e Viña (Piquerez); Nicolás de la Cruz (Torreira), Federico Valverde, Matías Vecino (Facundo Torres) e Rodrigo Bentancur (Gorriarán); Luis Suárez e Edinson Cavani

Técnico: Óscar Tabárez

Local: Arena da Amazônia, em Manaus (AM)
Data: 14 de outubro de 2022 (Quinta-feira)
Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina)
Assistentes: Juan Bellati (Argentina) e Diego Bonfa (Argentina)
VAR: Mauro Vigliani (Argentina)
GOLS:  Neymar, aos 9, Raphinha, 17min do 1ºT; Raphinha, aos 12, Luis Suárez, 31, e Gabriel, aos 37min do 2ºT
Cartões amarelos: Fabinho (BRA); Valverde, Cavani, Coates (URU)
Público: 12.528 pessoas
Renda: R$ 2.943,725

 

Por: Nathalia Fiuza, Rede Itatiaia 

 

Compartilhar via: