TIMÓTEO CLIMA

Adolescente confessa ter matado a mãe e o irmão após ser proibido de usar o celular

Foto: Governo da Paraíba/Divulgação

Um adolescente, de 13 anos, revelou ter assassinado a mãe, de 47, e o irmão, de sete, a tiros após ter sido proibido pelo pai dele de usar o celular, no último sábado (19), na cidade de Patos, no interior da Paraíba. O pai do jovem, um policial militar reformado, de 57 anos, também foi atingido e está em estado grave no Hospital de Trauma de Campina Grande.

De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil, o garoto utilizaria o aparelho para jogar com amigos. Ele também confessou à polícia que era pressionado em casa a tirar notas boas na escola.

Sobre o caso

Segundo a Polícia Civil da Paraíba, o pai do garoto proibiu o filho de usar o celular antes de sair de casa para ir à farmácia comprar um remédio para a esposa. Enquanto o adulto estava fora de casa, o menino efetuou os disparos contra a mãe e o irmão ao ter pegado a arma do pai.

Quando chegou em casa, o pai do adolescente tentou tirar a arma das mãos do filho, mas também acabou baleado, conforme a polícia.

Informações iniciais levantadas pela Polícia Civil davam conta de que uma chacina familiar poderia ter ocorrido, ideia que refutada após a confissão do crime.

O adolescente foi apreendido e levado para a Delegacia de Patos.

 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Desenvolvido por Vale Telecom