TIMÓTEO CLIMA

Covid-19: idoso não vacinado tem 18 vezes mais risco de morrer

Foto: Agência Brasil

Dados apontam que o risco de um idoso não imunizado morrer pela covid-19 é 18 vezes maior do que aquele que completou a imunização no Brasil. O levantamento foi feito pela Folha de São Paulo com base em números oficiais do Ministério da Saúde e compara os óbitos entre pessoas vacinadas e não vacinadas, entre dezembro e fevereiro.

A média de mortes diárias atingiu, em janeiro, um pico de 151 óbitos diários por milhão de habitantes entre os brasileiros de 60 anos ou mais sem nenhuma dose recebida. Já entre os imunizados com duas doses ou imunizante de aplicação única, a incidência proporcional de casos letais era um décimo da registrada entre os não imunizados (15 por dia).

 Em dezembro, no início do aumento da curva de casos graves, a diferença chegou a ser 18 vezes maior.

Na população adolescente e adulta, a mortalidade entre aqueles que não tomaram nenhuma dose foi 14 vezes maior.

Números  

Enquanto isso, a média móvel de mortes pela covid-19 voltou a ficar abaixo de 300 no país. Chegou a 291 nos últimos 7 dias – uma queda de 37% em relação aos 14 dias anteriores.

Em 24 horas, foram 97 óbitos, segundo o Ministério da Saúde. Os casos se aproximam de 30 milhões, mas também com redução na média móvel.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Desenvolvido por Vale Telecom