TIMÓTEO CLIMA

Socorrista do Samu denuncia racismo: ‘Ela é negra mas está de luvas’

Foto: Reprodução/Redes sociais

Socorrista do Samu em São Paulo, Laura Cristina Cardoso costuma compartilhar relatos de sua rotina de trabalho através de seu Instagram. Com o tema “resiliência” a socorrista relatou um caso de racismo por parte da família de uma das vítimas que atendeu.

A equipe do Samu tinha sido acionada para atender um idoso acamado, com sequelas de AVC, diabetes, hipertensão e portador de demência. Ao chegar no local, a socorrista relata que o grupo sobre a falta de um profissional médico na equipe, algo comum pois nem todas equipes possuem médicos.

Quando entrou no quarto para atender a vítima de 90 anos, Laura foi surpreendida pela mulher do idoso. “E agora? Ela é negra!”, teria afirmado a mulher. Em resposta, o filho afirmou que estava “tudo bem” já que a socorrista estava usando luvas. “Tem que ter muita resiliência”, relatou Laura.

“A vítima foi devidamente atendida pelas minhas mãos negras enluvadas e deixada aos cuidados do hospital privado que a família preferiu”, compartilhou a socorrista. “Se vc está perguntando pq essas pessoas receberam o melhor tratamento possível eu respondo: quem eles são não muda quem eu sou”, completou.

 

 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Desenvolvido por Vale Telecom