Por: Samuel Venâncio/Itatiaia BH

O técnico Rogério Ceni pode não continuar no comando do Cruzeiro para a sequência da temporada. A gota d’água aconteceu após o empate por 0x0 com o Ceará, na noite dessa quarta-feira (25), no Castelão. Ceni deu entrevista coletiva normalmente, mas na hora de fechar o vestiário com os atletas, o zagueiro Dedé pediu a palavra e falou sobre a situação de Thiago Neves, que é um jogador importante para o clube, precisaria ser recuperado pelo técnico e que não dava para abrir mão da qualidade do camisa 10 naquele momento.

Segundo apurou a Itatiaia, Dedé falou em um tom normal, assim como havia dito na coletiva sobre resgatar o futebol de Thiago Neves. Ao ouvir o zagueiro falar sobre o camisa 10, Rogério Ceni saiu do vestiário e deixou os atletas. Tanto que a reportagem da Itatiaia flagrou o técnico indo embora sozinho. Cerca de 20 minutos depois é que saíram os atletas.

Itatiaia procurou o técnico Rogério Ceni e questionou se tinha acontecido algo no vestiário. O treinador garantiu que não. Disse que todos queriam ter vencido e que com a vitória todos estariam mais felizes. Procurado pela reportagem, o Cruzeiro respondeu, via assessoria, que até o momento não havia nada.

Os jogadores passaram pela zona mista sem falar com a imprensa. Apenas o garoto Ederson, escolhido como o melhor em campo, falou com os jornalistas. Itair Machado, vice-presidente de Futebol, e Marcelo Djian, diretor de Futebol, estão com a delegação, em Fortaleza, e também não falaram com a imprensa.

Mas o certo é que a situação não é nada confortável e a qualquer momento pode chegar a informação oficial de que Rogério Ceni não comanda mais o Cruzeiro.

Compartilhar via: