TIMÓTEO CLIMA

Cruzeiro perde pênalti, leva virada e é derrotado pelo Remo na Copa do Brasil

Foto: MARCUS LAGES/UAI FOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

O Cruzeiro tropeçou no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil e perdeu para o Remo por 2 a 1, de virada, na noite desta terça-feira (19), no estádio Baenão, em Belém. A Raposa saiu na frente com Rodolfo, mas sofreu dois gols pelos pés de Willian Oliveira (contra) e Daniel Felipe. Com esse resultado a Raposa terá que vencer por dois gols de diferença na partida de volta para avançar de fase na competição mata-mata. Uma vitória simples dos mineiros levará a decisão para os pênaltis.

O próximo jogo do Cruzeiro está marcado para sábado (23), às 19h (de Brasília), em Muriaé, contra o Tombense, pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Já a partida de volta contra o Remo será no dia 11 de maio, às 19h30, em Belo Horizonte.

O jogo

Dentro de seu estilo de jogo, o Cruzeiro trocou passes e buscava o ataque, tentando pressionar o Remo. No primeiro tempo a Raposa até teve mais posse de bola, mas pecava nos lances ofensivos e finalizações.

Na segunda etapa os times mostraram mais volume de jogo, tanto que os gols saíram. O Cruzeiro até saiu na frente, mas acabou levando o empate do Remo no segundo tempo. Rodolfo, um dos contratados recentemente, abriu o marcador aos 20 minutos da etapa final. Porém, por infelicidade, Willian Oliveira fez gol contra cinco minutos depois, e Daniel Felipe, aos 32 minutos, definiu o marcador.

FICHA TÉCNICA

REMO 2 X 1 CRUZEIRO

Motivo: jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil
Estádio: Baenão, em Belém-PA
Data e horário: 19 de abril de 2022 (terça-feira), às 21h30
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira e Renan Aguiar da Costa (CE)
Gols: Rodolfo (aos 20’2ºT), Willian Oliveira, contra (aos 25’2ºT) e Daniel Felipe (aos 32’2ºT)
Cartões amarelos: Miticov, João Paulo e Willian Oliveira (Cruzeiro); Renan Castro e Anderson Uchôa (Remo)

Remo – Vinícius; Ricardo Luz, Daniel Felipe, Marlon e Leonan (Renan Castro); Anderson Uchôa, Paulo Curuá (Marciel) e Erick Flores (Gedoz); Bruno Alves, Fernandinho (Ronald) e Brenner (Vanílson). Técnico: Paulo Bonamigo

Cruzeiro – Rafael Cabral; Rômulo, Oliveira, Zé Ivaldo e Rafael Santos (Matheus Bidu); Willian Oliveira (Adriano), Miticov (Pedro Castro) e João Paulo; Jajá (Marcelinho), Waguininho (Daniel Jr) e Rodolfo. Técnico: Paulo Pezzolano

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Desenvolvido por Vale Telecom