TIMÓTEO CLIMA

Em jogo sem emoção, Atlético empata com Palmeiras e desperdiça chance de ser líder do Brasileiro

Foto: Pedro Souza | Atlético

Cercado de expectativa por ser o duelo entre as principais equipes do Brasil, o jogo entre Palmeiras e Atlético acabou decepcionando quem esperava um grande jogo. Com bastante marcação e poucas chances de gol, Galo e Verdão empataram por 0 a 0, neste domingo, no Allianz Parque, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo que era esperado para ser de muitas chances de lado a lado, gols e defesas dos goleiros se tornou monótono pela eficiência defensiva das duas equipes.

Com o resultado, as duas equipes chegaram aos 16 pontos, ficando dois atrás do líder Corinthians. O Palmeiras aparece na segunda posição, à frente do Atlético no saldo de gols: 8 contra 5.

Para o Galo, o lado positivo é que a equipe ampliou a invencibilidade como visitante para 12 jogos na temporada. O time alvinegro também manteve o tabu sobre o Palmeiras de Abel Ferreira. Foram seis partidas no total. São quatro empates e duas vitórias do Atlético.

Já o Palmeiras também manteve a invencibilidade na temporada para 15 jogos (11 vitórias e quatro empates). Última derrota do Verdão foi no dia 9 de abril, quando perdeu por 3 a 2 para o Ceará, na estreia no Brasileirão.

O Atlético volta a campo na próxima quarta-feira (8), às 21h30, para enfrentar o Fluminense, no Maracanã, pela 10ª rodada do Brasileirão. Na quinta (9), às 19h, o Palmeiras recebe o Botafogo, no Allianz Parque.

O jogo

A partida começou movimentada no Allianz Parque, com os dois times criando oportunidades, mesmo que nenhum chute tenha sido para o gol. A primeira chance foi do Galo. Sasha tentou uma puxeta da entrada da área e a bola passou rente à trave.

O Palmeiras respondeu em jogada de Dudu, que chegou à linha de fundo e cruzou para trás, mas ninguém apareceu a zaga do Atlético afastou o perigo.

Improvisado na lateral-esquerda na vaga de Arana, que está com a Seleção Brasileira, o garoto Rubens, um dos melhores em campo, quase marcou. Após cruzamento da direita, o meia apareceu atrás da zaga palmeirense, mas, pressionado pelo marcador, finalizou para fora.

O jogo, que começou aberto, foi ficando mais estudado e, consequentemente, travado ao longo do primeiro tempo.

A melhor chance da etapa inicial foi do Palmeiras em um erro na saída de bola do Galo. Junior Alonso falhou no passe longo por baixo e entregou nos pés de Dudu, que acionou Rafael Navarro no meio da defesa alvinegra. O atacante saiu cara a cara com Everson, mas bateu mal e mandou para fora.

Na etapa final, o jogo manteve o ritmo dos 45 minutos iniciais. No início, parecia que haveria mais oportunidades, quando o Palmeiras levou perigo em um chute forte de Scarpa que passou perto do gol de Everson.

A partida continuou com muito cuidado das duas partes. Tanta cautela que a melhor oportunidade só apareceu aos 36 minutos, quando Ademir recebeu ótimo passe pela direita, invadiu a área, mas chutou completamente errado direto pra fora.

PALMEIRAS 0 x 0 ATLÉTICO

PALMEIRAS

Marcelo Lomba; Marcos Rocha, Luan, Murilo e Piquerez; Gabriel Menino (Fabinho), Zé Rafael (Pedro Bicalho), Raphael Veiga (Rafael Navarro) e Gustavo Scarpa; Dudu (Breno Lopes) e Rony (Gabriel Veron). Técnico: Abel Ferreira

ATLÉTICO

Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Rubens; Allan, Jair (Savinho) e Nacho; Ademir, Hulk e Eduardo Sasha (Otávio). Técnico: Antônio Mohamed

Cartão Amarelo: Mariano, Nacho, Otávio (Atlético); Gabriel Menino, Abel Ferreira (Palmeiras)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO) e Bruno Boschilia (PR)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Desenvolvido por Vale Telecom