TIMÓTEO CLIMA

América segura pressão de Juventude, vence fora de casa e se distancia do Z4 do Brasileirão

Foto: Mourão Panda | América

O América venceu o Juventude por 1 a 0, no Alfredo Jaconi, neste sábado (6), e se distanciou da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O Coelho saiu na frente com o gol de Pedrinho, aos sete minutos do primeiro tempo, e segurou a pressão do Alviverde Gaúcho até o fim do jogo para sair da Caxias do Sul com o triunfo.

Com o resultado, o América chegou a marca de 27 pontos, subindo para a 9ª posição e se distanciando do Z-4. Agora, o Coelho está a sete pontos do Cuiabá, que neste momento abre o grupo dos quatro últimos que vão disputar a Série B em 2023.

Já o Juventude chegou a 11ª derrota em 21 jogos e se afundou ainda mais na lanterna de competição. A equipe de Caxias do Sul, está a cinco pontos do Avaí, a primeira equipe fora da zona de rebaixamento.

O JOGO

O Juventude iniciou o duelo pressionando o América. Nos primeiros cinco minutos o time gaúcho levou perigo três vezes ao gol de Matheus Cavichioli, chegando até a atingir a trave no primeiro lance da partida, mas foi o América quem abriu o placar.

Na primeira chegada do Coelho, Lucas Kal recuperou a bola e finalizou colocado, o goleiro Pegorari falhou e espalmou nos pés de Pedrinho, que tocou para o fundo das redes, tirando o zero do placar aos sete minutos de jogo.

Perdendo a partida, o Juventude subiu ainda mais as suas linhas, para aumentar a pressão no Coelho. O América, por sua vez, aproveitou o espaço para os contra-ataques e continuou levando perigo ao gol adversário, graças aos erros de passe dos Alviverdes gaúchos.

Apesar da boa atuação do atacante Vitor Gabriel, o Juventude não conseguiu levar perigo à meta defendida por Cavichioli após o gol de Pedrinho.

Segundo tempo

Visando mudar o panorama da etapa inicial, o técnico Umberto Louzer promoveu três alterações logo no intervalo, com a entrada do volante Yuri Lima e dos atacantes Edinho (ex-Atlético) e Vitor Leque (ex-Cruzeiro), nos lugares do volante Marlon, do meia Óscar Ruiz e do atacante Vitor Gabriel.

Com as alterações, o Ju saiu da formação inicial 4-4-2 para o 4-3-3, buscando criar mais amplitude no ataque e explorar a velocidade dos pontas Edinho e Vitor Leque, em cima dos laterais americanos.

As mexidas de Louzer surtiram efeito e a equipe de Caxias do Sul conseguiu achar espaço pelas laterais, e voltou a levar perigo ao gol defendido por Matheus Cavichioli.

Apesar do bom volume de jogo, o Ju passou a pecar muito pelos erros técnicos. Por isso, Louzer colocou em campo o atacante Ricardo Bueno, no lugar do meia Bruno Nazário aos 18 minutos do segundo tempo.

Segurando bem a pressão gaúcha, a primeira mexida de Vagner Mancini foi aos 25 minutos, a entrada de Matheusinho e Wellington Paulista no lugar de Benítez e Henrique Almeida para tentar recuperar a intensidade da marcação na primeira linha americana, com jogadores descansados.

Para tentar controlar ainda mais o jogo, Mancini realizou a sua segunda parada aos 31 minutos da segunda etapa. O meia Índio Ramírez entrou no lugar de Felipe Azevedo, para tentar manter a posse de bola e o jovem lateral-direito Arthur entrou na vaga do atacante Pedrinho, para auxiliar na marcação nas beiradas do campo.

No fim do jogo, o Alviverde de Caxias do Sul tentou uma pressão final para buscar o empate, mas a boa atuação de Matheus Cavichioli garantiu a terceira vitória seguida do América no Brasileirão.

JUVENTUDE 0 X 1 AMÉRICA

Juventude: Pegorari; Rodrigo Soares, Thalisson Kelven, Paulo Miranda e Moraes; Chico, Marlon (Yuri Lima), Bruno Nazário (Ricardo Bueno) e Óscar Ruíz (Vitor Leque); Vitor Gabriel (Edinho, Felipe Pires) e Pitta. Técnico: Umberto Louzer

América: América: Matheus Cavichioli; Rául Cáceres, Iago Maidana, Éder e Danilo Avelar; Lucas Kal (Ricardo Silva), Juninho e Benítez (Matheusinho); Felipe Azevedo (Índio Ramírez), Pedrinho (Arhtur) e Henrique Almeida (Wellington Paulista). Técnico: Vagner Mancini

Motivo: 21ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul
Data: Domingo, 06 de agosto de 2022

Gol: Pedrinho (7’/1º)
Cartão Amarelo: Chico (Juventude), Lucas Kal e Arthur (América)
Árbitra: Edina Alves Batista
Assistentes: Neuza Ines Back e Lucas Guimarães Rechatiko Horn
Quarto Árbitro: Fabrini Bevilaqua Costa

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Desenvolvido por Vale Telecom