TIMÓTEO CLIMA

Atlético joga mal novamente e não passa de empate em 0 a 0 com o Ceará

Foto: Pedro Souza | Atlético

Na expectativa de voltar a vencer no Campeonato Brasileiro, o Atlético mais uma vez deixou o campo frustrado. Desta vez, o time comandado pelo técnico Antonio Mohamed empatou em 0 a 0 com o Ceará, em jogo da 12ª rodada, disputado no Castelão.

Com apenas 3 pontos conquistados, em 12 disputados, o alvinegro de Minas Gerais segue fora do G-4 da competição mais importante do país, com 18 pontos conquistados, e, no próximo domingo (19), encara o Flamengo, em partida marcada para 16h, no Mineirão.

Num primeiro tempo bem ruim e truncado no Castelão, onde as duas equipes pouco produziram. O Ceará foi o dono da posse de bola, com 56% a 44%. O Atlético, por sua vez, foi quem mais finalizou. Foram 5 chutes a gol, contra 2 do Vozão. As melhores chances do alvinegro saíram dos pés de Hulk e Rubens.

Mostrando postura diferente no sistema defensivo, mais compactado, o Galo sofreu na hora da transição para o ataque, não sabendo explorar bem as oportunidades de explorar os espaços deixados pelos donos da casa.

Segundo tempo

Logo na volta do intervalo, o técnico Antonio Mohamed iniciou conversas com três opções de banco: os atacantes Ademir, Sasha e Vargas; aos 19 minutos, os dois primeiros foram acionados nos lugares de Nacho e Keno.

Apesar das tentativas, nos minutos seguintes, o alvinegro não conseguiu evoluir e criar jogadas de perigo. Seguindo bastante truncado, o jogo não apontava um vencedor. E foi assim até o final, mesmo com o Turco apostando também nas entradas de Vargas e Calebe. O primeiro, inclusive, entrou aos 39 minutos e, logo no primeiro lance, perdeu grande chance. Na última volta do ponteiro, foi a vez de Ademir ter excelente oportunidade e desperdiçá-la.

No placar do Castelão, nada foi alterado.

Motivo: 12ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: quarta-feira, 15 de junho de 2022
Horário: 19h
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)

Ceará: Vinicius Machado; Nino Paraíba, Messias, Luís Otávio, Victor Luis; Richard Coelho (Zé Roberto), Richardson, Fernando Sobral, Vina, Mendonza, Cléber (Matheus Peixoto). Técnico: Marquinhos Santos

Atlético: Everson; Mariano, Nathan Silva, Alonso e Arana; Otávio, Rubens (Calebe), Castilho (Vargas) e Nacho Fernández (Sasha); Keno (Ademir) e Hulk.

Cartão amarelo: Rubens, Alonso (CAM)

 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Desenvolvido por Vale Telecom