TIMÓTEO CLIMA

Cruzeiro marca no fim e arranca empate com Tombense, em Muriaé, pela Série B

Foto: Staff Images/Cruzeiro

O Cruzeiro não jogou bem, mas conseguiu arrancar um empate por 1 a 1 com o Tombense, neste sábado, no estádio Soares de Azevedo, em Muriaé, pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os dois gols da partida foram marcados em cobranças de pênalti.

O Cruzeiro teve mais controle do jogo, agrediu o Tombense, mas pecou na conclusão das jogadas ofensivas. O time celeste não criou nenhuma chance clara, enquanto o Gavião Carcará apostou nos contra-ataques e só não abriu o placar no primeiro tempo porque Ciel desperdiçou as duas oportunidades em que saiu cara a cara com o goleiro Rafael Cabral. Na primeira, o camisa 99 chutou na rede pelo lado de fora. Na segunda, tentou encobrir, mas mandou por cima.

O Tombense abriu o placar aos 12 minutos do segundo tempo com Ciel. O atacante da equipe de Tombos recebeu a bola na área e foi derrubado por Rômulo. O árbitro não teve dúvida e assinalou a penalidade convertida pelo próprio jogador.

Quando o jogo parecia perdido, a Raposa chegou ao empate com a ajuda do VAR. Rodolfo dividiu a bola com o zagueiro Manoel na área, mas caiu alegando ter recebido uma solada na coxa. O árbitro de vídeo chamou Rodolpho Toski Marques, que foi ao monitor rever o lance. Após quatro minutos, apontou a penalidade que foi convertida pelo zagueiro Eduardo Brock.

Com o resultado, o Cruzeiro caiu para o 10º lugar, com quatro pontos, e desperdiçou a chance de entrar no G4. Já o Tombense ocupa a 13ª posição, com três pontos.

Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrenta o Londrina, terça-feira (26), às 21h30, no Mineirão. O Tombense volta a entrar em campo também na terça, às 20h30, para encarar o Vila Nova-GO, no estádio OBA, em Goiânia.

Luvannor estreia, mas pouco produz 

O atacante Luvannor fez sua estreia com a camisa do Cruzeiro neste sábado, mas sofreu com a falta de criatividade do time e pouco produziu. O camisa 99 começou atuando pelo lado esquerdo.

Com a dificuldade do meio-campo criar oportunidades para os atacantes, Luvannor buscou o jogo e tentou alguns lançamentos para Rodolfo e Jajá, mas sem êxito.

Aos 18 minutos do primeiro tempo, Luvannor caiu no gramado sentindo dores no tornozelo, após levar um pisão. Mas não passou de um susto. O camisa 90 foi atendido e voltou ao jogo.

A melhor chance do atacante foi em uma cobrança de falta no fim do primeiro tempo. Luvannor tirou da barreira, mas a bola passou perto do gol e foi pra fora. O atacante ficou em campo até os 10 minutos do segundo tempo, quando foi substituído por Daniel Júnior.

TOMBENSE 1 x 1 CRUZEIRO 

Tombense: Felipe Garcia; David, Jordan, Roger Carvalho e Manoel; Joseph, Zé Ricardo (Ítalo Henrique) e Igor Henrique (Jean Lucas); Everton (Gabriel Henrique), Keké e Ciel. Técnico: Hemerson Maria

Cruzeiro: Rafael Cabral; Rômulo (Eduardo Brock), Oliveira, Zé Ivaldo e Rafael Santos; Neto Moura (Waguininho), Miticov (Adriano) e João Paulo (Leonardo Pais); Jajá, Luvannor (Daniel Junior) e Rodolfo. Técnico: Paulo Pezzolano

Motivo: terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Data: sábado, 23 de abril de 2022
Horário: 19h
Local: Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé (MG)

Gols: Ciel (pênalti – 12’/2º), Eduardo Brock (pênalti – 43’/2º)

Cartão Amarelo: Neto Moura (Cruzeiro); Igor Henrique (Tombense)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael Trombeta (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)

 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Desenvolvido por Vale Telecom