Por: Agência Estado/Itatiaia

Foto: Bruno Cantini / Atlético

O Atlético conseguiu diminuir o clima de crise ao estrear no Campeonato Brasileiro com vitória por 2 a 1 sobre o Avaí, mas isso ainda não basta para deixar o momento ruim no passado. Nesta quarta-feira, o Galo faz o primeiro de dois compromissos como visitante na competição para mostrar que pode brigar pelas primeiras posições. E com a defesa modificada, terá pela frente o Vasco, em São Januário, a partir das 21h30.

Acompanhe, a partir das 18h05, a Jornada Esportiva da Itatiaia, com o 1º Time do Rádio. Narração de Mário Henrique, comentários de Junior Brasil e reportagens de Cláudio Rezende e Wellington Campos. A ancoragem será de Bruno Azevedo.

O duelo com o Vasco será o quarto do Atlético sob o comando do interino Rodrigo Santana, sendo que ele só foi obter o seu primeiro triunfo no confronto com o Avaí. E agora voltará a modificar a equipe, pois contará com os retornos de Igor Rabello e Réver, recuperados de lesões e que antes dos problemas vinham compondo a dupla de zaga titular. Apesar disso, o setor de contenção não vai contar com o volante Adílson, com fadiga na panturrilha esquerda. E o seu substituto vai ser José Welison.

A tabela do Brasileirão deu ao Atlético a possibilidade de enfrentar nas três primeiras rodadas times que não são apontados como candidatos ao título – o rival seguinte vai ser o Ceará, sábado, no Castelão. Assim, a meta do time é aproveitar esses compromissos para conseguir uma arrancada, encerrando a crise provocada pela eliminação na fase de grupos da Copa Libertadores e pela queda na decisão do Campeonato Mineiro.

Essa sequência fora de casa será completada com um compromisso pelo torneio continental, pois na próxima terça-feira o Atlético está programado para visitar o Zamora, na Venezuela. E embora já eliminado, o time tem interesse no duelo, pois precisará triunfar para obter o “consolo” de se classificar à Copa Sul-Americana. No entanto, em razão da crise política na Venezuela, o jogo pode ser adiado,

“Todos os jogos são importantes. Acho que é pensar jogo a jogo, primeiramente no Vasco, que a gente sabe a dificuldade que vai encontrar. São novos objetivos, o Campeonato Brasileiro, dois jogos fora, é importante pontuar para se manter no pelotão de cima. Depois, temos um jogo difícil na Venezuela, uma logística difícil. Vai ser preciso contar com todo o elenco”, comentou o goleiro Victor.

Para não voltar a ser alvo de cobranças e pressão da torcida, o Atlético precisará melhorar o seu desempenho como visitante, pois perdeu os últimos dois jogos que fez nessa condição para Cerro Porteño (4 a 1), o que provocou a demissão do técnico Levir Culpi, e para o Cruzeiro (2 a 1).

“São três jogos fora de casa em uma semana e é o momento de todo mundo estar preparado, inteiro e focado porque todos vão precisar jogar. A gente sabe da dificuldade, então, é o momento de demonstrar a força do elenco para buscar os resultados fora de casa”, completou Victor.

Pressionado

Vindo de quatro derrotas nos últimos cinco jogos, incluindo a goleada por 4 a 1 na estreia no Campeonato Brasileiro diante do Athletico-PR, o Vasco tenta retomar o rumo contra o Atlético. Pressionado, o time será dirigido pelo interino Marcos Valadares, que segue com problemas para montar a equipe. O treinador, contudo deve ter reforço no gol.

Contratado recentemente, o goleiro Sidão treinou com o grupo e tem chance de fazer sua estreia. Ele chegou essa semana e participou normalmente das atividades. O titular Fernando Miguel está lesionado e nem sequer foi relacionado. A outra opção para o gol é Alexander, de apenas 19 anos, que atuou também em Curitiba.

O zagueiro Leandro Castán é outro que segue fora do time, também por motivo de lesão. Para o seu lugar, Marcos Valadares mantém uma dúvida: manter Miranda ou deslocar o volante Lucas Santos para a posição.

No ataque, Rossi tem chances de voltar. O jogador se machucou ainda na semifinal do Campeonato Carioca, diante do Bangu, e desde então não atuou mais.

Ficha técnica 

Vasco x Atlético

Vasco: Alexander; Miranda, Werley e Ricardo; Cáceres, Raul, Lucas Mineiro, Danilo Barcelos e Yago Pikachu; Marrony e Maxi López. Técnico: Marcos Valadares

Atlético: Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison, Elias, Geuvânio, Luan e Chará; Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana

Motivo: 2ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data: 1º de maio de 2019, quarta-feira, às 21h30

Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Daniel Luís Marques (SP)

VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)

 

 
Compartilhar via: