Atlético chega à sexta vitória consecutiva na competição

Foto: Pedro Souza / Atlético

E só dá ele. Novamente decisivo, Hulk garantiu a vitória do Atlético por 3 a 0 sobre o Bahia, neste domingo (25), no Mineirão, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Aniversariante do dia, o atacante alvinegro marcou dois gols na partida: o primeiro em bela tabela, com direito a cavadinha, e o segundo de pênalti, que ele mesmo sofreu. Nathan fechou a conta no fim da partida.

Com o resultado, o Galo, com 28 pontos, se mantém na briga pela liderança do Brasileirão. Esta foi a sexta vitória consecutiva do alvinegra na competição. Líder, o Palmeiras, que já jogou na rodada, tem 31.

O próximo compromisso do Galo também é contra o Bahia. Na quarta-feira (28), as equipes se enfrentam pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, também no Mineirão. A partida de volta é na quarta seguinte, em Pituaçu. Ambos os jogos às 21h30. Entre as partidas, o Atlético enfrenta o Athletico-PR, no domingo (1º), no Gigante da Pampulha.

1º tempo: posse e pouca criatividade 

O Galo dominou as ações da partida. Não conseguiu, contudo, transformar a posse de bola, que chegou a ser próxima de 80% nos minutos iniciais, em oportunidades claras de gol. Ambas as equipes erravam pouco, e as melhores chances da primeira etapa vieram de bola parada.

Aos 11 minutos, Nacho Fernández em cobrança colocada exigiu defesa do goleiro Matheus Teixeira. O arqueiro se esticou para tirar a bola, que ainda tocou o travessão. Foi a melhor chance do Galo na primeiro tempo.

Recuado, o Bahia, atuando fora de casa, adotou a postura de apostar no contra-ataque, mas o Galo não cedeu espaços. Por outro lado, faltou criatividade ao alvinegro para quebrar o bloqueio baiano, e a primeira etapa fez jus às temperaturas amenas de Belo Horizonte neste domingo.

2º tempo: mudanças funcionam; Hulk é artilheiro

Cuca mexeu no time no segundo tempo. Dylan Borrero e Alan Franco, que ganharam oportunidade no time titular, saíram para as entradas de Sasha e Tchê Tchê, respectivamente. E as trocas não demoraram a surtir efeito.

Aos 12 minutos, o aniversariante do dia Hulk tabelou com Sasha e saiu cara a cara com o goleiro adversário. Com frieza, o artilheiro alvinegro com 16 gols na temporada, mais uma vez decisivo, deu uma cavadinha na bola. Galo 1 a 0.

À frente no placar, desgastado pela sequência de jogos e pensando no duelo de quarta contra o próprio Bahia, o Galo recuou na partida. Com linhas baixas, foi seguro defensivamente.

Em novo protagonismo, Hulk roubou a bola, partiu em velocidade e foi derrubado pelo goleiro Matheus Teixeira na área. Pênalti para o Galo. O próprio Hulk foi para cobrança, aos 34, e marcou o gol que deu segurança para o Atlético na partida. Galo 2 a 0.

No fim do jogo, Nathan saiu do banco para fechar a conta. Após cobrança de escanteio, aos 45, a bola sobrou para o meia que não desperdiçou. Galo 3 a 0.

Atlético 3 x 0 Bahia 

Atlético: Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Dodô (Réver, 24/2°T; Allan, Alan Franco (Tchê Tchê, intervalo), Dylan (Eduardo Sasha, intervalo), Matías Zaracho e Nacho Fernández (Hyoran, 35/2°T); Hulk (Nathan, 41/2°T). Técnico: Cuca

Bahia: Matheus Teixeira; Nino, Conti, Ligger e Matheus Bahia (Juninho Capixaba, 39/2°T); Jonas (Raniele, 39/2/T), Patrick e Lucas Araújo (Matheus Galdezani, 18/2°T); Rodriguinho (Maycon Douglas, 29/2°T), Rossi (Óscar Ruiz, 29/2°T) e Gilberto
Técnico: Dado Cavalcanti

Gols: Hulk, 12/2°T e 34/2°T, e Nathan, 45/2°T

Cartões amarelos: Rossi, 21/1°T; Dodô, 9/2°T; Mariano, 22/2°T

Motivo: 13ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Mineirão
Data: domingo, 25 de julho, às 11h

Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga e Márcio Iglésias Silva (PI)
Árbitro de vídeo: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

 

Compartilhar via: