Por: Fábio Rocha Itatiaia BH

Bruno Cantini/Atlético

O futebol não convenceu, mas o Atlético conseguiu arrancar o empate com o Fortaleza, neste sábado, no Castelão, na abertura da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com um time bastante modificado pelo técnico Vagner Mancini, o Galo saiu atrás no placar por duas vezes e, mesmo com um jogador a menos desde o início do segundo tempo – Geuvânio foi expulso -, buscou a igualdade por 2 a 2 aos 41 minutos da etapa final.

As mudanças promovidas por Mancini no time titular não solucionaram os problemas do Atlético, que voltou a apresentar os mesmos problemas na defesa e no ataque.

Em duas desatenções do sistema defensivo atleticano, o volante Gabriel Dias, que ainda não havia balançado as redes no Brasileirão, marcou de cabeça os dois do Fortaleza na partida.

Mais uma vez, os atacantes alvinegros passaram em branco e a equipe contou com gols de dois laterais. Em uma bomba de fora da área com a perna esquerda, Patric contou com falha do goleiro e diminuiu para o Galo ainda no primeiro tempo. Aos 41, Fábio Santos recebeu de Marquinhos pelo lado esquerdo e bateu cruzado.

Patric, inclusive, foi uma das alterações feitas por Mancini no Atlético que iniciou o jogo no Castelão. O lateral-direito entrou na vaga de Fábio Santos, que havia sido barrado, mas entrou no jogo ainda no primeiro tempo porque Guga se machucou.

Outra mudança foi Zé Welison voltando ao meio-campo, enquanto Réver, que vinha sendo improvisado como volante, foi recuado para a zaga. O uruguaio Terans, que não atuava desde o dia 24 de agosto, foi outra novidade.

Por fim, Geuvânio também foi a cara nova no lugar de Otero, que não pôde jogar por estar suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Mas o camisa 49 deixou o time alvinegro na mão ao ser expulso logo no início do segundo tempo, depois de puxar o adversário e levar a segunda advertência do árbitro.

Com o resultado, o Atlético chegou ao terceiro jogo sem vencer e poderá ficar mais perto da zona de rebaixamento ao fim da rodada. Em 13º lugar, com 36 pontos, o time também pode cair mais uma posição na tabela caso o Botafogo, com 33, vença o Santos, fora de casa, neste domingo. Já o Fortaleza segue na 12ª posição, também com 36.

Na próxima rodada, o Atlético enfrentará o Goiás, quarta-feira, às 20h, no Mineirão. No mesmo dia, às 19h30, o Fortaleza enfrenta o Corinthians, em Itaquera.

Fortaleza 2 x 2 Atlético

Fortaleza: Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Jackson, Carlinhos; Felipe, Juninho; Romarinho (Felipe Pires), Osvaldo (Marlon), André Luís e Wellington Paulista (Kieza). Técnico: Rogério Ceni

Atlético: Cleiton; Guga (Fábio Santos), Réver, Igor Rabello e Patric; Zé Welison, Nathan (Bruninho), Luan, Terans (Marquinhos) e Geuvânio; Di Santo. Técnico: Vagner Mancini

Motivo: 30ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 2 de novembro de 2019, sábado, às 17h
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Gols: Gabriel Dias (14’/1º), Patric (23’/1º), Gabriel Dias (27’/1º), Fábio Santos (41’/2º)

Cartão Amarelo: Geuvânio, Réver, Di Santo (Atlético); Jackson, Felipe, Rogério Ceni, Wellington Paulista (Fortaleza)
Cartão Vermelho: Geuvânio (Atlético)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

 

Compartilhar via: