Por: Itatiaia BH

 

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

 

Fim da linha para Rogério Ceni no Cruzeiro. Como a Rádio Itatiaia antecipou na manhã desta quinta-feira, a permanência era insustentável após desentendimento entre o treinador e parte dos jogadores depois do empate com o Ceará, na noite dessa quarta-feira (25). Em reunião com diretoria nesta tarde, o treinador foi demitido e deixou o clube.

Ceni não completou dois meses de trabalho no comando do Cruzeiro. Ele foi anunciado no dia 11 de agosto e abriu mão de um trabalho seguro no Fortaleza, especialmente, de olho na possibilidade de conquistar a Copa do Brasil. Não conseguiu e se viu em meio a um barril de pólvora administrativo.  Ele deixa a Raposa em 16ª lugar na competição, com apenas 19 pontos. Mesma pontuação do CSA, primeiro time que figura a zona de rebaixamento – e que ainda joga pela 21ª rodada do Brasileiro, podendo ultrapassar a equipe celeste.

Atraso de salário, problemas com medalhões do elenco e cobrança da torcida contra a diretoria refletiram dentro das quatro linhas. Em oito partidas no comando da Raposa, Ceni conquistou duas vitórias, dois empates e sofreu quatro derrotas.  O desempenho ruim colocou o Cruzeiro na zona do rebaixamento e aumentou a pressão e os problemas com elenco.

O último capítulo ocorreu após o empate sem gols com o Ceará, no Castelão, na noite dessa quarta-feira (25), com o treinador abandonando o vestiário após Dedé defender a escalação de Thiago Neves, medalhão preterido pelo treinador na partida. Nem mesmo o fato de o Cruzeiro ter deixado provisoriamente a zona da degola amenizou a situação.

O Cruzeiro trabalha agora para contratar o novo treinador.  Dorival Júnior com um problema de saúde, já foi procurado, mas afirmou que não pode aceitar nenhum convite neste momento. O treinador vai passar por cirurgia no início de outubro. Felipão, Adílson Batista, Abel Braga, Fernando Diniz e Cuca, que deixou o São Paulo nesta quinta, são alguns nomes disponíveis no mercado.

Leia a nota do Cruzeiro

‘O Cruzeiro Esporte Clube informa que Rogério Ceni não é mais o técnico da equipe. A decisão foi tomada nesta quinta-feira e o treinador foi comunicado em reunião realizada com o vice-presidente de futebol Itair Machado, na Toca da Raposa 2, assim que a delegação chegou da cidade de Fortaleza.

Rogério Ceni deixa o Clube acompanhado de seus auxiliares Danilo Augusto da Silva, Charles Herbert e Nelson Simões Júnior’.

Compartilhar via: