Raposa frustrou torcida que foi ao Independência esperando a 3ª vitória seguida na Série B

Raposa desperdiçou algumas ótimas chances e não saiu do 0 a 0 com o Botafogo (Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

Após obter duas vitórias seguidas, incluindo uma sobre o líder da Série B, o Cruzeiro não conseguiu emplacar a trinca inédita de triunfos na competição deste ano. A equipe celeste criou muitas chances para balançar as redes, mas falhou nas conclusões e empatou por 0 a 0 com o Botafogo, no Independência, pela 30ª rodada.

O time celeste criou ótimas oportunidades desde o primeiro minuto de jogo. Com uma pressão incrível no início da partida, o Cruzeiro queria marcar o gol rapidamente, assim como foi contra o Coritiba. No entanto, o Botafogo conseguiu se safar e contou com defesas do goleiro Diego Loureiro.

A equipe carioca não respirava e seguia sendo sufocada pela Raposa. Ao fim do primeiro tempo, o Cruzeiro terminou com 12 finalizações e nenhuma do Botafogo.

Na etapa final, o time alvinegro passou a atacar mais e ameaçou o gol defendido por Fábio, que operou um milagre aos nove minutos espalmando uma cabeçada à queima-roupa de Rafael Navarro.

Após sofrer uma pressão inicial, o Cruzeiro retomou as rédeas da partida e voltou à carga em busca do gol. Mas Brock perdeu uma chance incrível. Após boa jogada de Adriano pela direita, o zagueiro do Botafogo mandou contra o próprio gol, Diego Loureiro defendeu e, no rebote, Brock, de frente pra meta, conseguiu chutar para fora.

Com o resultado, o Cruzeiro acumulou o 15º empate na Série B e vê a chance de acesso ficar ainda mais reduzida. A Raposa ocupa a 11ª posição, com 39 pontos, nove atrás do Goiás, último time do G4, que ainda jogará na rodada. Ou seja, a distância pode voltar a ficar maior. Já o Botafogo segue na vice-liderança, com 52.

Agora, o Cruzeiro terá dez dias de descanso antes do próximo compromisso que será contra o Avaí, no dia 22 de outubro, na Ressacada. O Botafogo recebe o Brusque no dia 20 de outubro, no Engenhão.

Cruzeiro 0 x 0 Botafogo

Cruzeiro: Fábio; Rômulo, Léo Santos, Eduardo Brock e Matheus Pereira; Adriano (Marco Antônio), Lucas Ventura e Giovanni (Claudinho); Bruno José (Vitor Roque, Keké), Vitor Leque (Rafael Sobis) e Thiago. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Botafogo: Diego Loureiro; Jonathan, Carli, Kanu e Jonathan Silva (Carlinhos); Barreto, Pedro Castro e Chay (Luiz Henrique); Marco Antônio (Diego Gonçalves), Warley (Oyama) e Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Enderson Moreira

Data: terça-feira, 12 de outubro de 2021, às 21h30
Motivo: 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)

Cartão Amarelo: Fábio, Giovanni, Eduardo Brock (Cruzeiro); Carli, Carlinhos (Botafogo)

Arbitragem: Dênis da Silva Ribeiro Serafim, auxiliado por Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Brígida Cirilo Ferreira, todos de Alagoas.

VAR: José Cláudio Rocha Filho, de São Paulo.

 

Fonte: Rede Itatiaia

Compartilhar via: