Por: Fábio Rocha/Itatiaia BH

Foto: Fernando Moreno/Estadão

 

O Cruzeiro poupou vários titulares e se deu mal em pleno Mineirão. Com time misto, a Raposa foi surpreendida em casa e perdeu para o Emelec por 2 a 1, nesta quarta-feira, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Além da partida, a equipe celeste também viu cair a invencibilidade no torneio, em que estava 100%.

Rojas abriu o placar para o Emelec aos 41 minutos do primeiro tempo em um golaço. O meio-campista acertou um belo chute de fora da área, a bola bateu no travessão, voltou nas costas de Fábio e entrou.

Sassá empatou a partida aos 21 da etapa final. O atacante celeste recebeu na área, dominou e soltou a bomba no canto.

No fim do jogo, os equatorianos arrancaram em rápido contra-ataque e Edilson deu carrinho na área derrubando Brayan Ângulo. O árbitro não teve dúvida e assinalou pênalti. O mesmo Brayan Angulo foi para a cobrança e garantiu a vitória do Emelec.

Mas o Cruzeiro reclamou da arbitragem que anulou um gol legítimo de David, aos 30 minutos do segundo tempo – quando a partida estava 1 a 1. O atacante recebeu cruzamento e cabeceou para as redes, mas o auxiliar marcou impedimento. No entanto, o jogador estava em posição legal. A equipe celeste ainda questionou a não marcação de um pênalti em Sassá ainda no primeiro tempo.

Com a derrota, o Cruzeiro corre o risco de perder o posto de melhor campanha na fase de grupos. Garantido como líder do Grupo B, com 15 pontos, o time celeste pode ser ultrapassado pelo Palmeiras, que tem 12 no Grupo F. Uma vitória simples garante a equipe paulista como o primeiro lugar geral, que dá a vantagem de decidir em casa até as semifinais.

Já o Emelec se classificou às oitavas de final na segunda posição, com nove pontos. O time equatoriano poderia até perder para avançar, já que o Deportivo Lara-VEN perdeu para o Huracán, na Argentina, por 3 a 0, e ficou com cinco pontos. O Huracán fechou na lanterna, com quatro.

Agora, o Cruzeiro aguarda o sorteio dos confrontos das oitavas de final da Copa Libertadores, que será realizado na próxima segunda-feira (13), a partir de 21h30 (horário de Brasília), na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai.

O próximo compromisso da Raposa será no próximo domingo, às 16h, contra o Internacional, em Porto Alegre, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Cruzeiro 1 x 2 Emelec

Cruzeiro: Fábio; Edílson, Fabrício Bruno, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral (Robinho), Jadson (Thiago Neves), Rafinha (David) e Rodriguinho Sassá. Técnico: Mano Menezes

Emelec: Dreer; Paredes, Mejía, Vega e Estacio (Johnson); Queiroz (Dixon Arroyo), Godoy, Matamoros (Caicedo) e Rojas; Guerrero e Angulo. Técnico: Ismael Rescalvo

Motivo: 6ª rodada – Grupo B da Copa Libertadores
Data: 8 de maio de 2019, quarta-feira, às 19h15
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Rojas (41’/1º), Sassá (21’/2º), Brayan Angulo (44’/2º)

Cartão Amarelo: Vega, Guerrero, Dreer (Emelec)

Árbitro: Andrés Rojas (COL)
Auxiliares: Wilmar Navarro (COL) e John Alexander León (COL)

Público: 18.083 pagantes / 24.417 presentes
Renda: R$ 393.347,00

Compartilhar via: