Raposa saiu na frente, mas levou gol no início do segundo tempo 

Foto: Thomaz Marostegan / Guarani FC

O Cruzeiro empatou pela 14ª vez na Série B do Campeonato Brasileiro. A equipe celeste saiu na frente no placar, mas sofreu o empate do Guarani e ficou no 1 a 1, nesta quarta-feira, no Brinco de Ouro, em Campinas, pela 27ª rodada. A Raposa quase saiu com a vitória, mas o zagueiro Eduardo Brock acertou o travessão em uma cobrança de falta no último lance da partida. O time celeste ainda acertou outra bola no trave com Ramon na etapa final.

Com mais um empate, o Cruzeiro caiu para a 15ª posição, com 32 pontos, cinco a mais que o Londrina, primeiro time da zona de rebaixamento. Já a diferença para o quarto colocado, o Avaí, é de 14 pontos.

A Raposa começou bem a partida e abriu o placar com zagueiro Ramon aos 13 minutos do primeiro tempo em uma bela cabeçada após cobrança de escanteio. Mas, após o bom início, o time celeste recuou e chamou o Guarani, que igualou as ações e quase empatou em um chutaço de longe que carimbou o travessão de Fábio.

O Bugre seguiu na pressão e empatou no início do segundo tempo com o lateral-direito Mateus Ludke. O jogador recebeu cruzamento na área, dominou e bateu no canto.

Na etapa final, o jogo ficou parado quase dez minutos por conta da revisão do VAR em duas jogadas do Cruzeiro. Primeiro, a partida ficou paralisada por quatro minutos em um lance do que seria o segundo gol da Raposa que foi anulado pelo bandeira por impedimento de Rômulo que cruzou para a área.

Já no fim do jogo, Marcelo Moreno foi puxado perto da área quando sairia na cara do gol. Mas o boliviano recebeu a bola em posição irregular. O VAR demorou mais cinco minutos para análise do impedimento. Se o atacante celeste estivesse em condições legais, o jogador do Guarani deveria ser expulso por ser o último homem e impedir um lance claro de gol. Mas o árbitro de vídeo flagrou o impedimento milimétrico de Moreno.

Ramon quase marcou o seu segundo gol na partida e o segundo do Cruzeiro em jogada parecida com o primeiro. Após escanteio, o zagueiro subiu mais que todo mundo e cabeceou, mas a bola explodiu no travessão e saiu.

No último lance do jogo, Brock cobrou falta e também carimbou o travessão do Guarani.

Agora, o Cruzeiro volta a campo no próximo domingo (3), às 11h, para enfrentar o lanterna Brasil de Pelotas-RS, no Independência, pela 28ª rodada da Série B. Já o Guarani encara o Brusque no sábado (2), às 16h, no estádio Augusto Bauer, em Santa Catarina.

Guarani 1 x 1 Cruzeiro

Guarani: Rafael Martins; Mateus Ludke, Thales (Carlão), Ronaldo Alves e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade e Régis (Maxwell); Bruno Sávio, Júlio César (Andrigo) e Júnior Todinho (Lucão do Break). Técnico: Daniel Paulista

Cruzeiro: Fábio; Rômulo, Ramon, Eduardo Brock e Felipe Augusto; Lucas Ventura (Cáceres), Flávio e Giovanni (Ariel Cabral); Claudinho (Bruno José), Vitor Leque (Keké) e Marcelo Moreno. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Motivo: 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Data: 29 de setembro de 2021, quarta-feira, às 19h
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, Campinas (SP)

Gols: Ramon (13’/1º), Mateus Ludke (5’/2º)

Cartão Amarelo: Thales, Ronaldo Alves, Bidu (Guarani); Ramon (Cruzeiro)
Cartão Vermelho: Bidu (Guarani)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn e Sidmar dos Santos Meurer (ambos do PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)

Por Fábio Rocha, Rede Itatiaia

Compartilhar via: