Foi a primeira derrota do técnico Vanderlei Luxemburgo à frente da Raposa na Série B

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

De volta ao estádio Independência e com a presença da torcida, o Cruzeiro perdeu de virada para o CSA por 2 a 1, neste domingo, pela 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado minimiza ainda mais a chance, que já era pequena, da Raposa chegar ao G4 e obter o acesso.

No fim da partida, o houve uma confusão entre os jogadores do Cruzeiro e do CSA e a polícia precisou intervir com gás de pimenta na porta dos vestiários para conter a briga entre os atletas.

Claudinho abriu o placar para o Cruzeiro aos 40 minutos da etapa inicial após completar o cruzamento de Matheus Pereira do lado esquerdo. Mas o gol só foi confirmado pela arbitragem quatro minutos depois, tempo que o VAR demorou para revisar o lance ajustado para saber se houve impedimento do camisa 49 da Raposa.

Mas a Raposa levou a virada na etapa final. Yuri empatou para o CSA aos quatro minutos do segundo tempo. Após cruzamento na área, o volante apareceu atrás dos marcadores, dominou e bateu na saída de Fábio. A virada dos alagoanos veio aos 18, com Iury Castilho, em uma jogada parecida. A bola foi alçada na área celeste e o atacante surgiu por trás da defesa e bateu no contrapé do goleiro celeste.

No fim da partida, Rafael Sobis foi expulso após reclamar com o árbitro pela não marcação de um escanteio. O atacante recebeu o cartão amarelo, mas continuou discutindo com Flávio Rodrigues de Souza e levou o vermelho.

Com o resultado, o Cruzeiro perdeu a invencibilidade de 12 jogos na Série B. Também foi a primeira derrota de Luxemburgo no comando da Raposa. O jejum contra os alagoanos também permanece. São seis jogos agora sem vencer o CSA.

O time celeste se manteve na 13ª posição, com 31 pontos, 13 a menos que o CRB, último integrante do G4. A última derrota da Raposa na Série B tinha sido para o Remo (1 a 0), no dia 20 de julho, pela 13ª rodada.

Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrenta o Guarani, na quarta-feira (29), às 19h, em Campinas. Também na quarta (29), mas às 21h30, o CSA recebe a Ponte Preta, em Maceió.

CRUZEIRO 1 x 2 CSA

Cruzeiro: Fábio; Cáceres, Léo Santos, Ramon e Matheus Pereira; Adriano (Giovanni), Lucas Ventura (Ariel Cabral), Rômulo (Marco Antônio), Claudinho, Felipe Augusto (Vitor Leque) e Thiago (Rafael Sobis). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CSA: Thiago Rodrigues; Cristovam, Matheus Felipe, Lucão e Kevyn (Éverton Silva); Geovane, Yuri (Silas) e Gabriel (Renato Cajá); Marco Túlio (Reinaldo), Iury Castilho (Giva Santos) e Bruno Mota. Técnico: Mozart Santos

Motivo: 26ª rodada – Série B do Campeonato Brasileiro
Data: 26 de setembro de 2021, domingo, às 16h
Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)

Gols: Claudinho (40’/1º), Yuri (4’/2º), Iury Castilho (18’/2º)

Cartão Amarelo: Thiago, Ariel Cabral, Matheus Pereira, Rafael Sobis (Cruzeiro)
Cartão Vermelho: Rafael Sobis (Cruzeiro)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro e Anderson José de Moraes Coelho (ambos de SP)
VAR: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)

 

Fonte: Rede Itatiaia

Compartilhar via: