Novo comandante já dirigirá a equipe celeste no treino de sexta-feira, na Toca II

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

O Cruzeiro oficializou nesta quinta-feira a contratação do técnico Mozart. O novo treinador chega para a vaga de Felipe Conceição, demitido na noite dessa quarta (9) após a eliminação do clube na terceira fase da Copa do Brasil para a Juazeirense.

Mozart, de 41 anos, assinou contrato até o fim da Série B e já comandará a equipe celeste no treino de sexta-feira, marcado para as 15h30, na Toca da Raposa II.

Além de Mozart, também chegam ao Cruzeiro o auxiliar Denis Iwamura e o preparador físico Jackson Maciel Schwengber.

As negociações foram conduzidas pelo diretor de futebol Rodrigo Pastana, que já trabalhou com o treinador no Coritiba e no CSA. A ideia é que Mozart faça a estreia no sábado (12), contra o Goiás, às 21h, no Mineirão, pela terceira rodada da Série B do Brasileirão.

Após a queda precoce na Copa do Brasil, o Cruzeiro espera que Mozart consiga recolocar o time celeste no caminho das vitórias para obter o acesso à Série A em 2022, já que a Raposa ainda não somou pontos na Série B. Foram dois jogos e duas derrotas.

O retrospecto de Mozart na Série B foi um dos fatores que fizeram o Cruzeiro contratar o treinador. Em 2020, ele assumiu o CSA na 11ª rodada na penúltima posição. O clube alagoano tinha oito pontos em 10 jogos.

Em 28 jogos na competição sob o comando de Mozart, o CSA acumulou 14 vitórias, oito empates e seis derrotas. Somou 50 pontos em 84 possíveis e ficou a uma vitória do acesso para a Série A.

O último trabalho do técnico foi na Chapecoense e durou pouco. Entre março e abril deste ano, Mozart comandou a equipe catarinense em oito jogos, com três vitórias, três empates e duas derrotas (aproveitamento de 50%). Ele deixou o clube após perder o Campeonato Catarinense para o Avaí.

 

Fonte: Rede Itatiaia

Compartilhar via: