Por: Itatiaia BH

Foto: DUDU MACEDO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Foi com emoção até o final. Precisando vencer por três gols de diferença para reverter a vantagem do Cruzeiro e levar a decisão para os pênaltis, o Atlético venceu o clássico por 2 a 0, nesta quarta-feira, no Independência, mas não levou. Como a Raposa ganhou por 3 a 0 no jogo de ida, no Mineirão, o time celeste se classificou para as semifinais no placar agregado: 3 a 2.

Com o resultado, o Cruzeiro eliminou o rival pela primeira vez na história em competições nacionais e garantiu a classificação às semifinais da Copa do Brasil pela quarta vez consecutiva: 2016, 2017, 2018 e 2019.

Cazares abriu o placar para o Galo aos 34 minutos do primeiro tempo. Após cruzamento na segunda trave, Fábio Santos ganhou a dividida pelo alto ajeitando para o meio da área para o equatoriano, que emendou uma bomba no canto, sem chances para Fábio.

O gol deu mais gás ao Atlético, que quase ampliou três minutos depois. Otero avançou pela esquerda, cruzou na segunda trave e Alerrandro bateu para o gol, mas Fábio ergueu o braço e salvou o Cruzeiro no chute à queima roupa.

Na etapa final, o tempo esquentou. O Cruzeiro balançou as redes com Pedro Rocha. Durante a comemoração, David e Alerrandro trocaram socos e foram expulsos. E o VAR também entrou em campo. O árbitro de vídeo viu falta em Fábio Santos na origem da jogada do gol da Raposa e anulou o empate celeste no Horto.

O Atlético continuou em cima e quase marcou o segundo com Geuvânio que carimbou o travessão chute cruzado da entrada da área.

Nos acréscimos, Patric pegou rebote de fora da área e acertou um lindo chute no ângulo, mas não havia mais tempo.

Agora, as equipes voltam as atenções para o Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, às 17h, o Cruzeiro visita o Bahia, na Fonte Nova, pela 11ª rodada. Já o Atlético recebe o Fortaleza no domingo, às 16h, no Independência.

Atlético 2 x 0 Cruzeiro

Atlético: Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Jair (Ricardo Oliveira), Elias (Luan), Otero (Geuvânio), Cazares e Chará; Alerrandro. Técnico: Rodrigo Santana

Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Romero, Robinho (Jadson), Marquinhos Gabriel e Pedro Rocha; Fred (David). Técnico: Mano Menezes

Motivo: jogo de volta – quartas de final da Copa do Brasil
Data: 17 de julho de 2019, quarta-feira, às 19h15
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Cazares (34’/1º), Patric (47’/2º)

Cartão Amarelo: Egídio, Robinho, Pedro Rocha, Fábio (Cruzeiro); Jair, Cazares, Ricardo Oliveira, Luan (Atlético)
Cartão Vermelho: Alerrandro (Atlético); David (Cruzeiro)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)

Público: 22.145 torcedores
Renda: R$ 1.352.396,00

Compartilhar via: