TIMÓTEO CLIMA

Parte do teto desaba e Co-Catedral de Cel. Fabriciano é interditada

Foto: Jefferson Rocha

Na noite de ontem (12), por volta das 23h, parte do teto da Co-Catedral de São Sebastião, no bairro Santa Helena, em Cel. Fabriciano, cedeu e caiu. A estrutura danificada fica no vão que dá para a Rua Angélica, em frente ao Dinos Bar. No momento do incidente não havia ninguém dentro do templo.

Na manhã de hoje (13) o pároco, padre José do Carmo Zambom, disse  à nossa reportagem, que a igreja está interditada e que as missas serão realocadas para o Salão Paroquial, na Rua Doutor Querubino, esquina com a Rua Manoel Joaquim Pires, no Centro.

O pároco também informou que nos últimos dias, a equipe que cuida do templo já havia notado que o local que desabou apresentava um certo “desnível” e um profissional já tinha agendado uma avaliação que seria feita nos próximos dias. Diante disso, o conjunto de cadeiras abaixo do local já estava interditado e as celebrações eram realizadas com espaço reduzido dentro do templo.

A defesa Civil da cidade e o Corpo de Bombeiros foram acionados e felizmente não houve vítimas.

História

Divulgação

A Co-Catedral de São Sebastião foi inaugurada em 1993 pelo, então pároco, Padre Élio Athayde. Sua arquitetura foi inspirada em estilo oriental, construída baseando-se em uma tenda descrita em passagem bíblica. É a co-sede da Diocese de Itabira-Fabriciano. A necessidade de uma igreja maior surgiu pelo aumento de participação dos fieis nas santas missas. Por isso, no final da década de 1980, o então pároco, Padre Élio, começou um movimento para angariar fundos para a nova construção. A partir dessas doações a atual Catedral de São Sebastião foi surgindo, sendo oficialmente inaugurada no dia 4 de julho de 1993.

Veja o vídeo: 

 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Desenvolvido por Vale Telecom