Por: Itatiaia BH

Foto: Bruno Cantini / Atletico

No embalo da classificação na Copa Sul-Americana, o Atlético não tomou conhecimento do CSA neste domingo e goleou o rival por 4 a 0, no Independência, pela sétima rodada do Brasileirão. O bom triunfo manteve a equipe mineira na briga pela ponta da tabela.

Os comandados do técnico Rodrigo Santana chegaram aos 15 pontos, com cinco vitórias em sete partidas disputadas até agora. Estão apenas um ponto atrás do líder Palmeiras, que está sem os pontos da vitória sobre o Botafogo, por decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Já o CSA, do goleiro Jordi, estacionou nos seis pontos e termina a rodada na 17ª colocação, dentro da zona de rebaixamento. Jordi, que vem fazendo boas atuações pela equipe alagoana, não conseguiu conter o acelerado ataque atleticano neste domingo.

Na próxima rodada, o Atlético vai enfrentar o Santos, na Vila Belmiro, no domingo que vem (9). No mesmo dia, o CSA receberá o Botafogo, no Rei Pelé.

O jogo

Com o reforço de Réver, jogando com uma máscara após sofrer uma fratura no nariz, o Atlético começou com tudo neste domingo. O time partiu para cima, impôs pressão e ameaçou a defesa do CSA em poucos minutos. O ritmo alucinante não trouxe bola na rede, a não ser uma finalização anulada por impedimento aos três minutos, mas assustou os visitantes.

Era uma preparação para os gols que viriam a seguir. A contagem foi aberta aos 19 minutos, após Alerrandro ser derrubado dentro da área. Na cobrança da penalidade, Fábio Santos bateu mal e o goleiro Jordi chegou na bola, porém sem conseguir evitar o gol.

Apenas três minutos depois, o Atlético aumentou a vantagem no placar. Novamente em lance de bola parada. Cazares caprichou na cobrança de falta e acertou o ângulo direito de Jordi, que não teve qualquer chance de alcançar a bela finalização.

Acuado, o CSA praticamente só ameaçou o Atlético em uma única oportunidade. Foi aos 35 minutos, quanto Patrick Fabiano completou cruzamento na área e cabeceou por cima do travessão. Do outro lado, o alvinegro já dava sinais de tranquilidade com a vantagem construída no marcador.

Mas não foi isso que aconteceu no início do segundo tempo. Logo aos 4 minutos, um rápido contra-ataque fez o Atlético aumentar a dianteira no placar. Fábio Santos iniciou a jogada que contou com bela tabela entre Luan e Chará, que entrou na área, conteve a marcação e bateu na saída do goleiro Jordi.

Como se não estivesse satisfeito com a vantagem, o Atlético ainda desperdiçou grande oportunidade. Aos 22, Alerrandro recebeu belo lançamento em profundidade e ficou cara a cara com Jordi. Ele bateu por cobertura e acertou a trave.

Adilson não mais efetivo em sua chance no ataque, aos 30. Após boa jogada de Patric, o volante não teve problemas para completar para as redes, selando a goleada do time atleticano.

Um dos destaques do Atlético na partida foi o atacante Luan Foto: Bruno Cantini / Atletico

Atlético 4 x 0 CSA

Atlético: Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson; Cazares, Elias (Bruninho), Luan (Vinícius) e Chará (Geuvânio); Alerrandro. Técnico Rodrigo Santana

CSA: Jordi; Apodi (Celsinho), Gerson, Luciano Castán e Carlinhos; Dawhan, Naldo, Didira (Cassiano) e Matheus Sávio; Maranhão (Victor Paraíba) e Patrick Fabiano. Técnico Marcelo Cabo

Motivo: 7ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 2 de junho de 2019, domingo, às 19h
Local: Estádio Independência, Belo Horizonte

Gols: Fábio Santos (19’/1ºT), Cazares (22’/1ºT), Chará (4’/2ºT), Adilson (30’/2ºT)
Cartões Amarelos: Apodi, Gerson e Naldo (CSA)

Árbitro: Diego Pombo Lopes (BA)
Auxiliares: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) FIFA e Jucimar dos Santos Dias (BA)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira da Amaral (SP)

Público:14.116.
Renda: R$ 213.575,00.

 

 
Compartilhar via: