TIMÓTEO CLIMA

Duzentos e onze conselheiros do Cruzeiro aguardam liberação da Justiça para votar interesses da SAF

Foto: Guilherme Piu/ Itatiaia

O departamento jurídico do Cruzeiro trabalha para derrubar a liminar que impede a realização da reunião do Conselho Deliberativo que tratará de temas cruciais para a Sociedade Anônima do Futebol (SAF) celeste. Segundo a assessoria da Raposa, 211 conselheiros deram entrada no ginásio do Barro Preto e aguardam o sinal verde para o início da votação pela cessão dos imóveis Toca I e Toca II à SAF. Além da autorização para a intervenção judicial no clube.

Antes do horário previsto para o início da reunião extraordinária do Conselho Deliberativo, marcada para 17h30, um oficial de Justiça entrou na sede do Barro Preto com o documento pedindo o adiamento do encontro.

O Cruzeiro, por meio dos advogados do clube e conselheiros juristas, impetrou um agravo de instrumento para derrubar a liminar que impede a realização da votação no Conselho.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Desenvolvido por Vale Telecom