TIMÓTEO CLIMA

Atlético vence Caldense com dois de Hulk, amplia vantagem e coloca um pé na final do Mineiro

Foto: Pedro Souza / Atlético

O Atlético deu um grande passo para ir à final do Campeonato Mineiro. Com uma atuação segura e sem sustos, o Galo não teve muito trabalho para vencer a Caldense por 2 a 0, na tarde desta quarta-feira, no Mineirão, pelo duelo de ida das semifinais.

Mais uma vez, Hulk foi o destaque ao marcar os dois gols da partida ainda no primeiro tempo. O atacante abriu o placar aos 26 minutos pegando rebote do goleiro, após chute de Ademir. O camisa 7 ampliou em cobrança de pênalti sofrido por ele mesmo e marcado com auxílio do árbitro de vídeo (VAR).

Com o resultado, o Atlético, que já tinha vantagem no confronto por ter feito a melhor campanha na primeira fase, poderá perder por até dois gols de diferença no jogo da volta, no próximo domingo (27), às 18h30, novamente no Mineirão, para avançar à final do Campeonato Mineiro pela 16ª vez consecutiva.

Já para a Caldense resta ganhar por três gols no duelo de domingo para reverter a vantagem alvinegra e retornar à final após sete anos – última vez foi em 2015, quando perdeu o título para o próprio Galo.

O JOGO

Como aconteceu na partida do último domingo, o Atlético começou a partida dominando a posse de bola e empurrando a veterana para o próprio campo. Dessa vez, no entanto, a Caldense conseguiu escapar e levar perigos em alguns contra-ataques.

Novidade na escalação improvisado na lateral-esquerda, Rubens defendia na linha de quatro ao lado de Réver. Quando o Galo tinha a bola, ele atuou como um meia pela esquerda na maioria do tempo, com Allan recuando para fazer a saída de bola.

Com o objetivo de se tornar o maior artilheiro do novo Mineirão, Hulk conseguiu igualar o uruguaio Arrascaeta aos 26 minutos do primeiro tempo, ao aproveitar a bola que sobrou na após finalização de Ademir.

Para se isolar como o maior marcador da nova fase do Gigante da Pampulha, Hulk recebeu pênalti – marcado após análise do VAR – e converteu a cobrança com categoria, aos 39 minutos.

Como era esperado, o resumo do primeiro tempo foi o controle do Galo, que fez valer a superioridade técnica da equipe.

Na etapa final, o Galo continuou dominando as ações e quase fez o terceiro em duas oportunidades. Na primeira, Jair cabeceou por cima. Pouco depois, Ademir carimbou a trave em chute de dentro da área.

O Galo seguia tentando o terceiro, mas o goleiro Renan Rinaldi salvou a Caldense duas vezes seguidas em chutes de Sasha, de longe, e também no rebote finalizado por Ademir.

Na sequência, a Veterana arrancou em contra-ataque, invadiu a área atleticana, mas chutou mal para fora.

Nos minutos finais, Everson fez uma grande defesa em um chutaço de fora da área de Filipi e salvou o Galo de ver a vantagem ser reduzida.

CALDENSE 0 X 2 ATLÉTICO  

Atlético: Everson; Guga (Tchê Tch

ê), Nathan, Réver e Rubens; Allan (Otávio), Jair (Sasha) e Nacho (Zaracho); Ademir, Hulk e Keno (Dylan Borrero). Técnico: Antonio Mohamed

Caldense: Renan Rinaldi; Yuri Ferraz, Jonathan, Lula e Mateus Muller; Filipi (Gabriel Braga), Guilherme Borges, Íkaro (Paulo Vitor) e Alemão (Igor Pimenta); Douglas Eskilo (Kaíque) e Neto Costa (Pedro Gabriel). Técnico: Gian Rodrigues

Gols: Hulk (26’/1T e 39’/1T)

Cartões Amarelos: Mateus Muller e íkaro (Caldense); Hulk (Atlético)

Motivo: jogo de ida da semifinal do Campeonato Mineiro
Data: Quarta-feira, 23 de março de 2022
Local: Mineirão, em Belo Horizonte

Árbitro: André Luiz Skettino
Assistentes: Felipe Alan Costa e Leonardo Henrique Pereira
VAR: Igor Junio Benevenuto

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Desenvolvido por Vale Telecom