Réver e Hulk marcaram os gols do time alvinegro; Everson pegou pênalti e garantiu a vitória

(Foto: VIVIANE MOREIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

O Atlético confirmou a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Sem poupar os principais jogadores, o time alvinegro foi a campo com o que tinha de melhor e venceu o Remo novamente no confronto da terceira fase. Em um jogo de muitas chances criadas, o Galo ganhou por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, no Mineirão, e fez 4 a 1 no placar agregado, já que havia vencido por 2 a 0 em Belém.

O placar poderia ter sido ainda maior a favor do Atlético. Só no primeiro tempo, o time alvinegro mandou três bolas na trave. O goleiro Everson também teve papel importante no resultado ao defender uma cobrança de pênalti de Felipe Gedoz quando o Galo já vencia por 2 a 1 e garantiu a vitória.

Com a classificação, o Galo ainda embolsou mais R$ 2,7 milhões pela vaga nas oitavas de final.

Novo sorteio e datas das oitavas de final

O adversário do Atlético nas oitavas de final da Copa do Brasil será definido em sorteio a ser realizado posteriormente na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Diferentemente da terceira fase, agora todos os clubes estarão no mesmo pote e, assim, poderá haver duelos entre times que disputam a Copa Libertadores.

Os confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil estão pré-agendados para as semanas dos dias 28 de julho e 5 de agosto. A partir desta fase, o torneio passará a contar com o árbitro de vídeo (VAR).

Agora, o Galo volta as atenções para o Campeonato Brasileiro. No domingo, às 16h, o time alvinegro enfrenta o São Paulo, no Mineirão, pela terceira rodada.

O jogo

A novidade na escalação foi a volta do atacante Keno, recuperado de lesão muscular. O jogador havia ficado de fora dos últimos três compromissos do Galo. A outra novidade é o zagueiro Gabriel na vaga de Igor Rabello, que foi poupado e ficará no banco.

Por outro lado, o Atlético não pôde contar com o meio-campo Zaracho, que testou positivo para a covid-19. O Atlético informou que o argentino está assintomático e iniciou o período de isolamento cumprindo o protocolo do departamento médico.

O time alvinegro abriu o placar cedo. Aos nove minutos do primeiro tempo, Hyoran cobrou escanteio e Réver, na primeira trave, subiu e desviou de cabeça, sem chances para o goleiro.

Aproveitando que o Remo se abriu mais, o Galo achava os espaços facilmente no campo de ataque na base da troca de passes e acertou três bolas na trave ainda na etapa inicial: em um chute de Keno, em um desvio de Thiago Ennes, que quase marcou contra, e em uma cabeçada de Nacho.

O domínio atleticano era bem amplo. Mas o time vacilou na saída de bola no fim do primeiro tempo e levou o empate do Remo. O zagueiro Romércio aproveitou a bobeira e, da intermediária de ataque, acertou uma bomba no canto de Everson.

Mas a reação do Remo não durou muito. Logo aos quatro minutos do segundo tempo, Réver foi seguro por Rafael Jansen na área e o árbitro marcou pênalti. Hulk foi para a cobrança e colocou o Galo à frente no placar novamente.

Depois, Cuca fez as substituições para poupar os principais jogadores pensando no confronto de domingo contra o São Paulo, pelo Brasileirão.

Jair, que havia entrado no lugar de Allan, cometeu pênalti, quando a bola pegou no seu braço após chute do jogador do Remo. Gedoz foi para a cobrança, mas Everson defendeu.

Nos minutos finais, o Galo ainda criou mais uma chance para ampliar o placar. Em jogada dos atletas que entraram no decorrer da partida, Nathan achou Savinho livre na área, mas o atacante pegou por baixo e mandou por cima.

Atlético 2 x 1 Remo

Atlético: Everson; Mariano, Gabriel, Réver e Dodô; Allan (Jair), Tchê Tchê e Nacho (Savinho); Hyoran (Nathan), Keno (Marrony) e Hulk (Sasha). Técnico: Cuca

Remo: Vinícius; Thiago Ennes (Wellington Silva), Romércio, Rafael Jansen e Igor (Marlon); Anderson Uchôa (Arthur), Lucas Siqueira e Felipe Gedoz; Jefferson (Gabriel Lima), Dioguinho e Renan Gorne (Edson Cariús). Técnico: Paulo Bonamigo

Motivo: jogo de volta da 3ª fase da Copa do Brasil
Data e horário: 10 de junho de 2021, quinta-feira, às 19h
Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte

Gols: Réver (9’/1º), Romércio (44’/1º), Hulk (pênalti – 6’/2º)

Cartão Amarelo: Nenhum

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

 

Fonte: Rede Itatiaia

Compartilhar via: