TIMÓTEO CLIMA

Zema confirma que Minas vai desobrigar o uso de máscara em locais fechados a partir de domingo (1º)

Governador destacou a importância da vacinação contra covid-19. | Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG

O governador Romeu Zema (Novo) confirmou na manhã desta quarta-feira (27) que o Estado vai desobrigar o uso de máscaras em locais fechados a partir do próximo domingo (1º).

“A partir de 1º de maio, está desobrigado o uso de máscaras em locais fechados em Minas. Com o avanço da maior operação de vacinação da história de Minas, depois de mais de 2 anos de pandemia, o sorriso dos mineiros poderá de novo ser mostrado pra todo o mundo”, escreveu Zema no Twitter.

Em entrevista à Itatiaia nessa terça-feira (26), o secretário de Saúde de Minas, Fabio Baccheretti, já tinha informado que o governo estadual recomendaria o fim do uso obrigatório de máscaras em ambientes fechados a partir de domingo (1º). Cada município poderá ou não seguir a recomendação – Belo Horizonte, por exemplo, aguarda o aumento na imunização, principalmente de crianças, para desobrigar o uso do equipamento de proteção.

“Como o vírus está circulando cada vez menos, e a nossa média móvel já está em menos de 500 casos por dia, a gente pode ficar tranquilo em recomendar aos municípios que tomem essa decisão (a partir do dia 1º). A chance de pegar a doença é baixa e estamos bem vacinados”, afirma Baccheretti.

Locais abertos

Desde o dia 12 de março o uso de máscaras está liberado pelo Estado em locais abertos – novamente, cada cidade decide o critério. Outro critério seria a vacinação de pelo menos 70% da população, o que ainda não foi atingido em diversos municípios, mas o panorama atual de infecções permite a retirada. Baccheretti lembra, no entanto, que permanecem as recomendações para proteção em locais fechados. “Obviamente lembramos as recomendações para locais com aglomerações, como o transporte público. Mas a decisão é do município, a gente dá o embasamento técnico. O Estado vai recomendar, mas não pode determinar o fim da obrigatoriedade”.

De todas as capitais brasileiras, apenas Belo Horizonte e Belém ainda exigem o uso de máscaras em ambientes fechados.

Belo Horizonte

A capital mineira ainda não definiu data para desobrigar o uso de máscaras em locais fechados. Em resposta à Itatiaia, a prefeitura, por meio da secretaria de saúde, informou que “para a liberação de máscaras em ambientes fechados, tem sido observada a situação epidemiológica da cidade, avaliando a queda da incidência e a redução da letalidade. Além disso, o município tem reforçado a importância da vacinação completa da população, com a realização de ações de mobilização e repescagem”.

 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Desenvolvido por Vale Telecom