Por: Agência Estado/Itatiaia BH

Foto: Bruno Cantini/Atlético

 

Sem vencer uma partida no Campeonato Brasileiro desde10 de agosto, quando bateu o Fluminense por 2 a 1, o Atlético tenta encerrar o jejum nesta segunda-feira, às 20h, contra o Avaí, no estádio Ressacada, em Florianópolis, no confronto que fecha a 20ª rodada da competição, a primeira do segundo turno.

Acompanhe, a partir de 19h45, a Jornada Esportiva da Itatiaia, com narração de Mário Henrique “Caixa”, comentários de Léo Figueiredo, reportagens de Claudio Rezende e Álvaro Damião e ancoragem de Bruno Azevedo.

O time alvinegro vem de cinco derrotas consecutivas no torneio, sendo a última delas por 3 a 1 para a equipe reserva do Internacional, no Independência. O tropeço motivou protestos de atleticanos na semana passada, sendo um deles no aeroporto, na terça-feira (17), quando os jogadores embarcaram rumo à Argentina visando a partida diante do Colón, em que o Galo perdeu por 2 a 1, de virada, pelo confronto de ida das semifinais da Copa Sul-Americana.

O novo revés elevou ainda mais o clima de pressão. No Brasileirão, uma vitória será importante para acabar com a má fase da equipe, que é a que está há mais tempo sem pontuar na competição.

E ao menos um empate fará o Atlético reassumir a oitava posição, que passou a ser ocupada pelo Athletico-PR depois do empate em 1 a 1 com o Vasco, nesse domingo (22), no Rio de Janeiro – os dois clubes estão com 27 pontos, mas a equipe de Curitiba está na frente por ter melhor saldo de gols. Em número de vitórias, primeiro critério de desempate, ambos possuem oito.

Com o foco principal na Copa Sul-Americana, na qual fará o confronto de volta das semifinais na próxima quinta (26), no Mineirão, o técnico Rodrigo Santana deverá escalar um time cheio de reservas, mas levou para Santa Catarina alguns jogadores considerados titulares, como o goleiro Cleiton, o zagueiro Igor Rabello e o meia Cazares.

Pior série

Evitar uma derrota também fará o Galo não amargar a sua pior série de derrotas consecutivas na história do Brasileirão de pontos corridos. Desde quando este formato de disputa foi adotado, em 2003, a equipe acumulou por duas vezes cinco derrotas seguidas: uma em 2009, quando foi superado em cinco ocasiões em seus últimos jogos na competição, e uma em 2011, quando também perdeu cinco duelos em sequência no final do primeiro turno.

Avaí

Lanterna do Campeonato Brasileiro, o time catarinense ainda busca a primeira vitória diante de sua torcida. Com 13 pontos, a equipe tem um a menos do que a rival Chapecoense, penúltima colocada.

O último triunfo do Avaí na Ressacada ocorreu em 30 de março, quando bateu o Tubarão por 2 a 0 pela 16ª rodada do Campeonato Catarinense. O alento é que ganhou pela primeira vez fora de casa na rodada passada, na qual superou o time alternativo do Athletico-PR por 1 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba.

O técnico Alberto Valentim só tem uma dúvida no meio-campo, entre Matheus Barbosa e João Paulo, para definir a escalação titular. João Paulo é o titular e não atuou em Curitiba porque estava suspenso com três cartões amarelos. Matheus Barbosa entrou bem, o time ganhou e pode ter a chance de continuar na equipe. Gustavo Ferrareis também cumpriu suspensão na rodada passada e agora volta como opção no banco de reservas.

Avaí x Atlético

Avaí: Vladimir; Léo, Ricardo, Betão e Igor Fernandes; Pedro Castro, Richard Franco, Matheus Barbosa (João Paulo), Caio Paulista e Lourenço; Jonathan. Técnico: Alberto Valentim

Atlético: Cleiton; Patric, Leonardo Silva, Igor Rabello e Lucas Hernández; Zé Welison, Nathan, Otero (Geuvânio), Cazares e Bruninho; Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana

Motivo: 21ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e horário: 23 de setembro de 2019, segunda-feira, às 20h
Local: estádio Ressacada, em Florianópolis (SC)

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (CBF-RN)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Jean Marcio dos Santos (CBF-RN)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (CBF-RN)

 
Compartilhar via: