Diretor de futebol diz que intenção com ida ao mercado é formar um ‘elenco qualificado e fazer negócio com atletas’

Rodrigo Pastana concedeu entrevista nesta quarta-feira (23) – Foto: Reprodução

O diretor de futebol do Cruzeiro, Rodrigo Pastana, concedeu entrevista ao canal da Raposa no YouTube nesta quarta-feira (23) para esclarecer o intenso movimento feitos pelo clube nos últimos dia no mercado de transferências.

Após elogiar a chegada do lateral-direito Norberto, defender a contratação do meia-atacante Wellington Nem e oficializar que a Raposa ofereceu um contrato modificado para o atacante Keké, Pastana confirmou que o Cruzeiro está perto de anunciar o lateral-esquerdo Jean Victor, do Boavista. A reportagem da Itatiaia antecipou ainda nessa terça-feira (22) a negociação do clube com o defensor e apurou que o jogador chega nesta quinta-feira (24) para fazer exames e assinar contrato junto ao time celeste.

Pastana afirmou que Jean Victor chega para suprir uma ‘lacuna’ na lateral esquerda e, antes de assumir a negociação, avaliou a qualidade do elenco cruzeirense.

“Nós gostamos bastante do elenco, tenho falado bastante com eles [comissão técnica], o elenco é equilibrado. Existiam lacunas, como a lateral esquerda. Não existia um reserva para o Matheus [Pereira]. Era o Caíque que estava na base, mas precisava de rodagem. Estamos trazendo, sim, mais um lateral-esquerdo, que é o Jean Victor, do Boavista”, admitiu.

Na sequência, Rodrigo Pastana justificou a ida da Raposa ao mercado de transferências nesta semana. O diretor de futebol disse que a intenção é montar ‘um Cruzeiro com qualidade e podendo fazer negócios com atletas’. O dirigente ainda, revelou que o clube busca uma nova contratação, de um atacante ‘extremo’, termo técnico usado para referenciar jogadores que atuam pelos lados do campo.

“Nós estamos procurando mais um extremo, por conta do mercado, que há uma procura muito grande de fora [do país] por extremos brasileiros, que têm drible, velocidade. Então, a gente não quer ficar sujeito à perda de negócios por falta de atletas. Estamos enchendo o elenco para que haja um equilíbrio com futuras negociações. Estamos nos preparando para um futuro, com um Cruzeiro com qualidade e podendo fazer negócios com atletas”, justificou.

 

Fonte: Rede Itatiaia

Compartilhar via: