Apesar de não revelar qual seria o alvo do suspeito, corporação explicou que homem foi recrutado e radicalizado pela internet

Imagem meramente ilustrativa (Foto: Tomaz Silva/ Agência Brasil)

Um morador de Governador Valadares, cidade do interior de Minas, foi preso pela Polícia Federal, na manhã desta quarta-feira (19), por suspeita de planejar um atentado no Brasil e, ainda, promover uma organização terrorista.

Após investigação do caso, a Polícia Federal deflagrou nesta quarta a Operação Eufrates. Os mandados de prisão, busca e apreensão foram expedidos pela Justiça Federal da seção de Governador Valadares.

Um celular e um notebook foram apreendidos com o homem apontado como suspeito de planejar um ataque no Brasil. Após a prisão, ele foi encaminhado ao sistema prisional e deixado à disposição da Justiça.

As investigações apontam que o homem pode ter sido recrutado e radicalizado por meio virtual, professando uma visão religiosa, extremista e violenta. A PF não informou qual era o alvo do suspeito e em qual cidade seria executado esse ataque.

“O nome da Operação é uma referência ao Rio Eufrates, que banha a cidade de Raqqa, na Síria, uma das principais cidades tomadas pelo Estado Islâmico”, explica a Polícia Federal.

 

Fonte: Rede Itatiaia

Compartilhar via: