Foto: Bruno Cantini / Atlético

 

O experiente zagueiro Réver não se abala com as três derrotas consecutivas sofridas pelo Atlético no Campeonato Brasileiro. Aos 34 anos, o defensor confia em uma reviravolta do time no segundo turno e acredita na briga pelo título, que não é conquistado desde 1971.

“Muitos times que estão lá em cima vão acabar deixando a desejar, assim como times lá embaixo da tabela vão acabar subindo. O Campeonato Brasileiro é um campeonato muito diferente e muito gostoso de ser disputado, justamente por essas peculiaridades”, disse o jogador, um dos líderes atleticanos.

Em sua segunda passagem pelo time alvinegro, Réver destaca o elenco. “Fico feliz, não só pelas minhas atuações, mas de todo mundo. O grupo está focado, se você pegar os jogos, cada jogo tem um jogador diferente se destacando, isso mostra a força do elenco, a força que o grupo tem, e ficamos sempre muito felizes com esse rendimento.”

O Atlético tenta quebrar a fase ruim de três resultados negativos, domingo (8), às 16 horas, no Engenhão, diante do Botafogo, pela 18ª rodada do Brasileiro. No treino desta quinta-feira (5), o lateral-esquerdo Fábio Santos foi poupado por causa de uma amidalite. O argentino Franco Di Santo foi testado no ataque no lugar de Ricardo Oliveira.

Victor, Gustavo Blanco, Uilson e Maidana estão lesionados. Cleiton e Guga (Brasil), Ramón Martínez (Paraguai) e Otero (Venezuela) estão servindo suas seleções e também não vão atuar no Rio.

Uma provável escalação do Atlético contra o Botafogo terá Wilson; Patric, Réver, Igor Rabello e Lucas Hernández; Jair; Elias, Vinícius, Cazares e Chará; Ricardo Oliveira (Di Santo).

O Atlético é o sétimo colocado no Brasileiro, com 27 pontos, nove atrás dos líderes Flamengo e Santos. A equipe soma oito vitórias, três empates e seis derrotas.

 

Compartilhar via: