Foto: Bruno Cantini/Atlético

A cada dia que passa, a ansiedade pela volta do futebol aumenta entre os dirigentes dos clubes brasileiros. Até pela falta de receitas e tendo que continuar pagando os jogadores, as equipes se veem refém da paralisação. Assim, somente a testagem dos envolvidos no mundo da bola poderia solucionar o problema.

Pensando nisso, o vice-presidente do Atlético, Lásaro Cândido da Cunha, acredita que há condições de retornar aos treinos já em maio. Mas, antes, o dirigente afirma que todos os atletas e membros da comissão técnica precisam ser submetidos aos testes rápidos para a detecção do novo coronavírus.

“Sim, essa é uma possibilidade bem consistente (voltar aos treinos em maio). Mas, para isso, temos que articular clubes, CBF e federações para que, primeiro, todos os participantes do futebol sejam efetivamente testados. Se um percentual razoável de testagem positiva se confirmar, se pode afirmar que estes já estão imunes e, portanto, não transmitiriam a doença podendo praticar o esporte sem problema algum”, declarou em entrevista à Itatiaia.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) alinha junto ao Ministério da Saúde um protocolo médico para os clubes de futebol seguirem à risca no retorno às atividades. O documento deve ser divulgado nos próximos dias.

O Campeonato Mineiro foi paralisado no dia 15 de março, ao fim da nona rodada da fase de classificação. Os jogadores das Séries A e B do Campeonato Brasileiro estão de férias desde o dia 1º de abril. Inicialmente, o período seria de 20 dias, mas foi estendido por mais 10, valendo até o próximo dia 30.

(Itatiaia BH)

Compartilhar via: